ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUARTA  27    CAMPO GRANDE 19º

Capital

MPT recebeu 65 denúncias de violações trabalhistas relacionadas ao coronavírus

Na Capital, os casos mais recentes foram constatados em um supermercado da rede Pires e também na empresa BTCC

Por Adriano Fernandes | 27/03/2020 21:35
Prédio de uma das unidades de call center da BTCC. (Foto: Kisie Ainoã)
Prédio de uma das unidades de call center da BTCC. (Foto: Kisie Ainoã)

O MPT-MS (Ministério Público do Trabalho de Mato Grosso do Sul) já recebeu 65 denúncias de violações trabalhistas relacionadas às medidas de prevenção do novo coronavírus, em todo o Estado, desde o agravamento da pandemia. Na Capital, os casos mais recentes foram constatados em um supermercado da rede Pires e também na empresa BTCC, responsável por dois call center que atendem a operadora Oi.

Entre as violações encontradas na empresa, haviam trabalhadores fazendo o uso coletivo de equipamentos não higienizados, e falta de distanciamento mínimo entre as estações de trabalho. Em todo o país o órgão já recebeu mais de 2400 denúncias. Devido a pandemia, o MPT criou o tema “Covid-19” especificamente para registrar demandas relacionadas aos impactos gerados pelo novo coronavírus. O balanço parcial publicado hoje (27) leva em consideração apenas os números contabilizados até 25 de março.

A quantidade de denúncias somente sobre Covid-19 já corresponde a quase 30% do total das denúncias recebidas pelo MPT sobre todos os temas em março de 2019, que chegou a registrar 8.161 denúncias. Ao todo, as irregularidades relatadas acerca da Covid-19 já motivaram a abertura de mais de 220 inquéritos civis espalhados pelas 24 unidades regionais do MPT.

Além disso, a instituição emitiu diversas notas técnicas nacionais e regionais, assim como expediu recomendações a diferentes setores da economia, alertando para as medidas a serem adotadas a fim de evitar o contágio de trabalhadoras e trabalhadores, assim como da população em geral.

Como denunciar - As denúncias podem ser feitas preferencialmente pelo aplicativo MPT Pardal, disponível para Android e IOS, ou pelo formulário online disponível aqui. As unidades regionais também dispõem de plantão de denúncias, cujo atendimento funciona em horários específicos, pelos contatos telefônicos divulgados nos seguintes sites.