ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 27º

Capital

MS anuncia uso de hidroxicloroquina e cloroquina no tratamento de coronavírus

Ao todo, mais de 9 mil comprimidos dos remédios serão adquiridos para uso de pacientes com sintomas graves da doença

Por Geisy Garnes | 30/03/2020 17:22
Mais de 9 mil comprimidos serão adquiridos no Estado (Foto: depositphotos.com)
Mais de 9 mil comprimidos serão adquiridos no Estado (Foto: depositphotos.com)

O Hospital Regional de Mato Grosso do Sul anunciou o uso, em caráter de teste, de comprimidos de hidroxicloroquina e difosfato de cloroquina para tratamento de pacientes com quadro grave de coronavírus, a Covid-19.

Segundo divulgado na tarde desta segunda-feira, 30 de março, a Comissão de Controle de Infecções do hospital solicitou a compra de 4.050 comprimidos de hidroxicloroquina para uso no tratamento do vírus. Além disso, o Ministério da Saúde autorizou o envio de 5 mil comprimidos de difosfato de cloroquina (150 mg) para a Secretaria de Estado de Mato Grosso do Sul.

Os dois medicamentos, que ainda estão em fase de análise de estudos científicos, deverão ser testados em pacientes com o quadro mais grave de coronavírus. "Toda a equipe multiprofissional busca cotidianamente referências científicas e comprovadas para proporcionar o tratamento mais eficaz para a população”, afirma a diretora-presidente do HRMS, Rosana Leite de Melo.

Normalmente a hidroxicloroquina é indicada para tratamento da artrite reumatoide, lúpus eritematoso, afeções dermatológicas e reumáticas e também para o tratamento da malária. Já a cloroquina é indicada para profilaxia e tratamento de ataque agudo de malária.

Medida nacional - O Ministério da Saúde fará a distribuição de 3,4 milhões de unidades dos dois medicamentos para uso em pacientes com formas graves da Covid-19. A medida ainda é fruto de estudos e não há evidências científicas suficientes que comprovem a eficácia do remédio para casos de coronavírus.

De acordo com as informações do Ministério da Saúde, o protocolo que autoriza o teste com os medicamentos  prevê cinco dias de tratamento e é indicado apenas para pacientes hospitalizados. A cloroquina e hidroxicloroquina irão complementar os outros suportes utilizados no cuidado de paciente no Brasil, como assistência ventilatória e medicações para os sintomas, como febre e mal-estar.

Tanto a cloroquina e a hidroxicloroquina não são indicadas para prevenir a doença e nem tratar casos leves.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário