A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

25/03/2018 10:53

MS ganhou mais uma unidade para regionalizar atendimento, avalia Azambuja

Unidade do Trauma está sendo entregue na manhã deste domingo em Campo Grande com as presenças dos ministros Ricardo Barros e Carlos Marun

Gabriel Neris e Geisy Garnes
Governador Reinaldo Azambuja com o ministro da Saúde, Ricardo Barros (Foto: Saul Schramm)Governador Reinaldo Azambuja com o ministro da Saúde, Ricardo Barros (Foto: Saul Schramm)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) destacou que o Hospital do Trauma, entregue na manhã deste domingo (25) será mais uma unidade que contribuirá com a regionalização da saúde em Mato Grosso do Sul.

Azambuja também lembrou de outras ações previstas pelo governo do Estado. “Além de entregar o hospital de Coxim, de Ponta Porã, em Três Lagoas, temos a ordem de serviço para o Hospital Regional de Dourados e vamos fazer um novo anexo no Hospital Regional de Campo Grande. Dentro do espírito da regionalização, avançamos bastante”, disse o governador.

Foram necessários R$ 1,69 milhão em recursos estaduais para a conclusão da unidade do Trauma. “Através de uma grande parceria conseguimos concluir a obra, que nos permite o bom funcionamento deste novo hospital. Unimos esforços, enfrentamos barreiras, entregamos o hospital com garante do recurso para custeio. Vai tratar toda a questão da traumatologia do Estado”, comentou Azambuja.

O governador lembrou que o desafio agora será manter a unidade em funcionamento. “O grande problema da saúde é o custeio, mas com organização consegue oferecer bom recurso para custeio”.

Além do governador Reinaldo Azambuja, a cerimônia de entrega do prédio conta com a presença dos ministros da Saúde, Ricardo Barros, e da Secretaria de Governo, Carlos Marun, e do prefeito Marquinhos Trad (PSD).

O Hospital do Trauma foi concluído depois de 22 meses de trabalho. A obra teve custo de R$ 8,7 milhões, sendo R$ 3,2 milhões em recursos da Prefeitura de Campo Grande, R$ 2,8 de verba federal, R$ 890 mil da Santa Casa, além dos R$ 1,6 milhão do Estado.

O local contará com 100 leitos de internação, 10 UTIs, cinco salas cirúrgicas, duas salas para pequenos procedimentos cirúrgicos, três salas de observação com 15 leitos, três consultórios, duas salas de odontologia, duas salas de radiologia, uma sala de fisioterapia, uma salada de reabilitação, uma sala de tomografia, sala de emergência, área para recebimento de ambulâncias, estacionamentos com 55 carros e 12 motos, além de ambientes de apoio.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions