A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

04/11/2011 20:35

Mulher diz que ex-marido violentava filho de três anos na capital

Viviane Oliveira
Mulher afirma que a criança era violentada pelo pai. (Foto: Simão Nogueira)Mulher afirma que a criança era violentada pelo pai. (Foto: Simão Nogueira)

Uma mulher de 39 anos afirma que seu filho de três anos foi violentado pelo próprio pai, de 30 anos, em Campo Grande. Segundo ela, depois que proibiu a ida do garoto para a casa do ex-marido passou a sofrer ameaças de morte.

A mulher contou que há um mês ficou sabendo pelo Conselho Tutelar que o filho estava sendo violentado pelo pai, tio e avó. Ela procurou ajuda do conselho depois que percebeu que a criança estava agressiva com a família e com dificuldade para dormir.

A mãe percebeu no início do mês passado quando dava banho no filho. Segundo ela, a criança estava com o órgão genital machucado e com manchas roxas pelo corpo.

“Eu tinha suspeita que ele era vítima de maus-tratos, mas não de violência sexual, disse a mãe. A conselheira responsável pelo caso, Sandra Aparecida de Souza de Jesus Szablewiski, confirma o caso.

Conforme ela, o garoto foi ouvido por duas vezes em datas diferentes e nas duas entrevistas confirmou a mesma história. “Ele confirmou que era violentado pelo pai e falava o tempo todo que não queria ficar com ele”, explica.

A mulher teve um relacionamento de três anos com o suspeito quando moravam na cidade de Camapuã. O casal se separou quando o bebê tinha 10 meses. Depois disso ele perdeu o contato com a família.

A delegada responsável pelo caso da DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente), Regina Motta, foi procurada esta tarde, mas não atendeu nenhum dos telefonemas.

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


Não to falando que outras tantas coisas vão passar a ser normal. Já virou normal tanta coisa considerada anormal. É uma questão de tempo. VIVA A MODERNA SOCIEDADE. Que absurdo.
 
JOSÉ PEREIRA FILHO em 05/11/2011 12:45:43
Este é um prenúncio de que o ano de 2034 está se aproximando. Leia sobre isto no Google pesquisando sobre: oitavo rei apocalíptico.
 
Lauro Henchen em 05/11/2011 12:00:01
Essas mulheres tem que saber escolher melhor seus parceiros, pegam e engravidam de qualquer um que ve pela frente, é nisso que dá.. Esse safado ai tem que ter o que mereçe e voceis sabem o que é.. Cana, caixão para ele.. Pobre da criançinha de apenas 03 dias.. Meu Deus.. Boa tarde
 
João Paulo Mareco Viração em 05/11/2011 11:47:44
Genteeeee o que é isso? Todos os dias abro o campograndenews para ficar a par das notícias, e o que vejo é que a violência sexual contra menores está ficando algo "corriqueiro" nesse estado. E leio comentários de que isso tá ficando normal. Normal? Normal seria pai proteger filho, e não abusar sexualmente dele. Quer saber? Deus que me perdoe, mas por mim castrava todo estuprador...
 
Simone Salles em 05/11/2011 10:34:16
A avó é um ser despresivel,fazer isso com proprio neto cade o dissernimento dessa ¨FAMÍLIA ¨onde fica os sentimentos ,será que eles tem consciência do ato sujo ou mesmo conseguem se olhar no proprio espelho ?É este tipo de amor paternal?A justiça dos homens pode falhar mas a DEUS NUNCA.
 
maria auxiliadora barbosa exeverria de souza em 05/11/2011 10:21:58
Abro meu computador so pra ver essas barbaridade nunca um pai que diz que ama um filho a historia se repete sempre pai abusa de filho(a) criança sofre maus tratos temos que fazer algo pra combater tanta violencia contra esses pequeninos meu deus aonde vai parar o mundo desse jeito.Cadeia nesse vagabundo sem vergonha vc nao deveria nem ter nascido seu covarde...
 
Daiane Esquian em 05/11/2011 09:38:22
concordo com a simone , um monstro desse tería que ser castrado em praça publica parta dar exemplo.Por que um monstro dessa naturesa não pode ser classificado como ser umano isto é animal irracional, e não existe lei que proíba castrar animais.
 
porfirio vilela em 05/11/2011 07:13:07
se ela afirma é porque ela sabia, se ela sabia então ela era conivente, se era conivente compactuou com o crime porque sabia e não denunciou o monstro. se for verdade é cana pesada para os dois monstros.
 
Manoel Nunes em 05/11/2011 01:17:13
Essa pessoa é pior que um animal, é um monstro.
 
Sandra Loubet em 04/11/2011 10:13:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions