ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  22    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Mulher que matou rapaz em festa diz que agiu para se defender

Hannah Wende Sousa Silva passou por audiência de custódia e teve a prisão preventiva decretada

Por Ana Paula Chuva | 29/04/2024 10:55
Corpo de Blayon sendo retirado do local onde foi morto no domingo (Foto: Divulgação | GCM)
Corpo de Blayon sendo retirado do local onde foi morto no domingo (Foto: Divulgação | GCM)

Hannah Wende Sousa Silva, 29 anos, alegou em depoimento que matou Blayon Lucas Sampaio da Costa, 22 anos, para se defender da vítima. O crime aconteceu na madrugada de domingo (28) durante uma festa infantil no Bairro Estrela do Sul, em Campo Grande. A acusada passou por audiência de custódia nesta segunda-feira (29) e vai continuar presa.

À policia, Hannah contou que foi até a festa com um homem identificado apenas como Corumbá e ao chegar no local passou a ser agredida pela família dele. Ela afirma que se distanciou da casa e Blayon tentou atingi-la com uma faca, momento que ela tirou o objeto da mão do rapaz e lhe deu um golpe.

No depoimento, a mulher alega que agiu em legítima defesa e mostrou uma lesão no antebraço e outras na cabeça. Ela foi presa em flagrante momentos depois do crime e passou por audiência de custódia nesta manhã. O juiz Valter Tadeu Carvalho decretou a prisão preventiva de Hannah.

A cunhada da vítima também prestou depoimento. Em sua versão, Aline Garcia Peres, 33 anos, disse que Hannah chegou na festa com seu irmão e no momento em que conversavam, a mulher se alterou e, em tom de brincadeira, ela teria dito “você não é esposa e nem namorada do meu irmão, apenas ficante”, relatou à polícia.

Neste momento, Hannah teria fica irritada e foi para cima da mulher. Outros familiares tentaram separar as duas e então a acusada tirou da cintura a faca e tentou atingir Aline. Blayon tentou afastar a agressora e acabou esfaqueado. O Corpo de Bombeiros foi acionado e levou o rapaz para atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Coronel Antonino.

Hannah então fugiu e foi presa pela PM (Polícia Militar) e Blayon não resistiu e morreu durante atendimento médico. O caso foi registrado como homicídio simples. Equipe da GCM (Guarda Civil Metropolitana) também atendeu a ocorrência.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias