A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

21/01/2016 12:54

Mulher que vivia em Campo Grande é estuprada e agredida até a morte no PR

Luana Rodrigues
Rosimeire Oliveira de Souza, 31 anos, foi estuprada e agredida até a morte, por três bandidos. (Foto: Reprodução/ Facebook)Rosimeire Oliveira de Souza, 31 anos, foi estuprada e agredida até a morte, por três bandidos. (Foto: Reprodução/ Facebook)
Crime ocorreu na cidade de Sarandi, em Maringá (PR). (Foto: André Almenara)Crime ocorreu na cidade de Sarandi, em Maringá (PR). (Foto: André Almenara)

Rosimeire Oliveira de Souza, 31 anos, que atualmente morava em Campo Grande, foi estuprada e agredida até a morte por três bandidos, na madrugada desta quinta-feira (21), na casa da mãe dela, em Sarandi, região metropolitana de Maringá, no Paraná. Segundo a Polícia Civil local, os homens invadiram a residência onde a mulher estava juntamente com a mãe, uma sobrinha de 12 anos e outras três crianças, agrediram e estupraram ela e sobrinha.

Conforme informações do delegado da Polícia Civil de Sarandi, Reginaldo Caetano, um dos bandidos conseguiu invadir a casa pela janela da cozinha, e depois abriu a porta para os demais entrarem no imóvel. Primeira, uma senhora de 57 anos foi amordaçada e ameaçada com uma faca caso reagisse.

Depois disso, o trio teria ido até o quarto de Rosimeire. Segundo a polícia, a mulher foi acordada com pancadas e obrigada a tirar a roupa, sob ameaça de faca. A sobrinha dela, de apenas 12 anos, também teria sido obrigada a tirar a roupa e foi estuprada. A suspeita da polícia é de que a tia teria tentado impedir que a menina fosse violentada, por isso acabou agredida e estuprada.

Após as agressões e abusos, os bandidos fugiram levando dinheiro das vítimas e objetos da casa. Conforme relatos das vítimas que sobreviveram, eles se referiam uns aos outros com os nomes Pablo, Douglas e Jeferson.

Ainda conforme as vítimas, um deles usava piercing na sobrancelha. A camiseta de um dos bandidos foi encontrada na cena do crime.

Ainda segundo a polícia local, Rosimeire teria chego a cidade ontem(20) e foi a cidade para visitar a mãe. Na casa havia outras três crianças, duas de 4 anos e outra de 7. A Polícia Civil de Maringá investiga o caso.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions