ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  06    CAMPO GRANDE 19º

Capital

Mulher se esfaqueia na frente de PMs e é contida com taser

Aos 36 anos, ela chegou a fazer barricada para impedir acesso das equipes ao cômodo onde estava, segundo o Bope

Por Marta Ferreira | 30/06/2020 19:40
Viaturas do Bope na rua onde mulher tentava suicídio nesta tarde. (Foto: Direto das Ruas)
Viaturas do Bope na rua onde mulher tentava suicídio nesta tarde. (Foto: Direto das Ruas)

A tentativa de suicídio de uma mulher de 37 anos nesta tarde, em Campo Grande, levou até o local, no Bairro Rita Vieira, policiais militares e equipes de socorro. Foram duas horas de negociação. A mulher chegou a se esfaquear na frente da equipe de negociação do Bope (Batalhão de Operações Especiais) e foi contida com disparo de taser, conforme os relatos obtidos pelo Campo Grande News.

Esse tipo de armamento não letal aplica choque com intensidade suficiente para imobilizar a pessoa. Depois disso, ela foi transportada para um hospital particular, não informado. Apresentava, segundo informação obtida pela reportagem, ferimento superficial a faca no abdome. Aparentemente em surto psicótico, chegou a dar dois golpes na própria carne.

Também fez uma barricada com um sofá e uma televisão, para impedir a entrada dos policiais, segundo mostram registros fotográficos obtidos pela reportagem. Havia duas facas jogadas no chão.

A rua foi fechada e havia equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), da companha da Polícia Militar responsável pelo policiamento da região, além de três guarnições do Bope, uma delas a de negociação. Os bombeiros também estiveram no lugar e foram responsáveis por levar a paciente para o hospital, não informado.

Ao Campo Grande News, o comandante do Bope, major Vinícius de Souza, disse que a intervenção salvou uma vida, ainda que a mulher tenha tido ferimentos leves. "Se nós não tívessemos entrado, poderia ser uma vida a menos".

Foram necessárias duas horas para tirar a mulher do imóvel, das 16h30 às 18h30 aproximadamente.