ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  04    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Na despedida de empresário, parentes lamentam imprudência que mata no trânsito

Sem acreditar na fatalidade, familiares e amigos lotaram velório para prestar a última homenagem

Por Jhefferson Gamarra e Aletheya Alves | 05/03/2021 15:44
Emoção e homengaens tomaram conta do velório realizado na tarde desta sexta-feira (Foto: Kísie Ainoã)
Emoção e homengaens tomaram conta do velório realizado na tarde desta sexta-feira (Foto: Kísie Ainoã)

Sob forte emoção, familiares e amigos se despediram do empresário Ítalo Monteiro de Oliveira, 33 anos, em velório realizado no cemitério Park Monte das Oliveiras, nesta sexta-feira (05). Ítalo morreu na noite de quinta-feira (04), após colidir a moto em que pilotava, uma Suzuki GSX-R de alta cilindrada, contra um Ford Ka na BR-060. O acidente aconteceu entre Campo Grande e Sidrolândia, próximo da Fazenda Piana.

Ainda sem acreditar na morte repentina do jovem, muitas pessoas compareceram ao velório para dar o último adeus.

Tentando consolar a irmã diante da perda, a tia do jovem, Odiléia dos Santos Monteiro, de 41 anos, relembra que Ítalo já tinha passado por outros acidentes de trânsito, mas que nunca imaginaria que poderia acontecer uma tragédia.

Italo com a moto, em foto postada no Facebook.
Italo com a moto, em foto postada no Facebook.

"Até agora a gente não consegue acreditar, nunca pensamos que isso poderia acontecer. Ele já tinha sofrido outros acidentes. Foi uma impudência de outra pessoa, mas no momento não podemos pensar em culpa. Estou tentando me recompor porque, não posso cair, preciso apoiar minha irmã”, lamenta a microempreendedora.

De acordo com outra tia do empresário, Josiane Guimarães, 54 anos, a imprudência da condutora do veículo e as condições climáticas foram fatores cruciais para o acidente que vitimou o sobrinho.

“Ele era uma pessoa muito viva e querida por todos, tinha vários planos, em todos os lugares que frequentava todos gostavam dele. A imprudência da outra motorista custou a vida do meu sobrinho, ela tentou fazer a ultrapassagem em local proibido, e o tempo também não ajudou. A nossa ficha não caiu, só hora que vermos o corpo dele vamos entender. Ele era ótimo. Na minha cabeça ele ainda está vivo, agora restam as homenagens”, disse.

Alegre e de bem com a vida, foram as principais definições de amigos e seguidores que prestaram homenagens ao empresário através das redes sociais.

“Tô chocada! Meus sentimentos a todo mundo próximo... Que Deus console e conforte o coração da família Ítalo foi meu colega de facul, e só lembro dele como uma pessoa feliz, amigável e dedicado (sic)”, postou um colega.

“Oooooo meu irmão, toooodo mundo que é gente boa e não faz mal a uma formiga vai embora de forma tão trágica e tão cedo... olha, você com ctz foi uma pessoa extraordinário, que Deus o tenha amigo (sic)”, disse outro amigo em uma publicação.

“Sem acreditar como pessoas boas vão tão de pressa nessa vida, um cara gente boa cheio de vida pela frente, sonhos, planos, que Deus esteja com vc É sua família”, trazia outra publicação.

Emocionadas, mulheres se abraçam em velório de Ítalo. (Foto: Kisie Ainoã)
Emocionadas, mulheres se abraçam em velório de Ítalo. (Foto: Kisie Ainoã)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário