A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Abril de 2019

23/03/2019 19:15

Na semana do Dia Mundial de Combate à Tuberculose, ações promovem orientações

Atividades serão realizadas nas UBS (Unidades básicas de saúde) e UBSF (Unidades de saúde da família) entre os dias 25 e 28 de março

Liniker Ribeiro
Equipes e populares sendo orientados durante palestra explicativa (Foto: PMCG)Equipes e populares sendo orientados durante palestra explicativa (Foto: PMCG)

O Dia Mundial de Combate à Tuberculose será neste domingo (24), mas ações serão realizadas ao longo de toda a próxima semana, pela prefeitura da Capital, para orientar as pessoas sobre os sinais e sintomas da doença. O objetivo também será fazer alertar para a importância do diagnóstico precoce.

As atividades serão realizadas nas UBS (Unidades básicas de saúde) e UBSF (Unidades de saúde da família) entre os dias 25 e 28 de março. Especialmente na quinta-feira (28), a UBSF Moreninha realizará uma mobilização junto à comunidade na Feira Popular do Bairro, das 16h às 20h.

Na ocasião, profissionais da unidade promoverão uma atividade educativa com orientações sobre sinais, sintomas, diagnóstico, tratamento e entrega de panfletos.
Neste mês de março, o Programa Municipal de Controle da Tuberculose juntamente com as UBS/UBSF e outros parceiros intensificaram as ações em saúde com o objetivo de mobilizar e orientar a população, a fim de interromper a cadeia de transmissão do bacilo.

Apesar das atividades da semana, o executivo municipal ressalta que as atividades de combate são contínuas, com o intuito de orientar os usuários do SUS.
O cronograma completo das atividades está disponível na página da prefeitura na internet (campogrande.ms.gov.br).

Casos - Dados da Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) de Campo Grande, indicam que foram notificados em 2018, 610 casos da doença. O aumento é expressivo se comparado com ano de 2017, quando foram registrados 297 casos.

Todos são passíveis de contrair a tuberculose, porém algumas populações estão mais vulneráveis à doença, tais como: população em situação rua, pessoas usuárias de drogas, pessoas que vivem em grandes aglomerados, asilados e albergados, pessoas as quais vivem em situação de maior vulnerabilidade e exclusão social devido as condições desfavoráveis de moradia e alimentação e até mesmo os profissionais de saúde.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions