A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Janeiro de 2020

07/12/2019 11:16

Nem cruzamento bem sinalizado evitou morte causada por imprudência

Comerciantes relatam acidentes constantes no cruzamento entre as Avenidas Júlio de Castilho e Tamandaré

Leonardo Rocha e Aletheya Alves
Cruzamento entre as Avenidas Júlio de Castilho e Tamandaré (Foto: Henrique Kawaminami)Cruzamento entre as Avenidas Júlio de Castilho e Tamandaré (Foto: Henrique Kawaminami)

Comerciantes e funcionários que trabalham próximo ao cruzamento das Avenidas Júlio de Castilhos e Tamandaré lembram que o local é muito bem sinalizado, no entanto, mesmo assim, presenciam sempre acidentes devido a “pressa” e imprudência dos motoristas. Nesta madrugada uma colisão provocou a morte do motociclista Bolívar Ferreira de Andrade, de 42 anos.

O empresário Éderson Jesus Lins, 44, que tem uma loja de suplementos há 9 anos, próximo a este cruzamento, disse que sempre ocorrem acidentes neste trecho, apesar das faixas e semáforo. Mas na opinião dele, nada impede a “imprudência” dos motoristas.

“Neste trecho não é permitido fazer o contorno, mas o pessoal não obedece. Durante este tempo aqui já vi acidentes de todas as formas”, contou ele. Um funcionário do posto de gasolina próximo ao local ainda relatou que os acidentes ocorrem mais no período noturno. “De manhã é mais tranquilo, no entanto mais tarde fica complicado, as pessoas não respeitam a sinalização, não adianta ter placas, se o pessoal é imprudente”.

Para as autoridades ainda têm um outro entrave, que é a falta de câmeras que registrem justamente o cruzamento entre a Júlio de Castilho e Tamandaré. As lojas e comércios que possuem este sistema próximo ao local, não filmam este trecho em específico, o que atrapalha na hora da investigação para saber quem provocou os acidentes.

Caso – Nesta madrugada o motociclista Bolivar Ferreira de Andrade, de 42 anos, morreu neste cruzamento, depois que o motorista de um Fiat Uno, que estava bêbado, furou o sinal e causou o acidente.

Segundo o boletim de ocorrência, o motociclista seguia na Avenida Tamandaré e quando foi cruzar a Avenida Júlio de Castilho foi atingido pelo Fiat Uno. Com o impacto da batida, o motociclista morreu no local do acidente.

Testemunhas relataram que o motorista do carro não respeitou a sinalização e furou o sinal vermelho. Ainda segundo relato de testemunhas, o motorista do carro estava bêbado. Ele foi preso em flagrante por homicídio culposo e dirigir sob influência de álcool.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp


"Para as autoridades ainda têm um outro entrave, que é a falta de câmeras que registrem justamente o cruzamento entre a Júlio de Castilho e Tamandaré. As lojas e comércios que possuem este sistema próximo ao local, não filmam este trecho em específico, o que atrapalha na hora da investigação para saber quem provocou os acidentes."
Então, autoridades, estão esperando o que? Coloca cameras nos semaforos! Afinal, é obrigação das autoridades garantir a aplicação da lei. Contar com cameras de casas e comercios é contar com a sorte, mas terceiros não tem obrigação de monitorar o transito. Seria muito bom Detran ou Agetran fazer isso em todos os cruzamentos com semaforos (mas já que não fazem, ando com camera atras do retrovisor...)
 
marc em 08/12/2019 01:34:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions