A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Junho de 2019

25/05/2019 09:51

Nem frio de 9°C espanta consumidor, que dorme na fila por gasolina a 2,50

No posto das Nações Unidas, localizado na principal avenida da cidade, 312 motoristas amanheceram na fila

Geisy Garnes e Fernanda Palheta
Para 250 motoristas gasolina saiu por R$ 2,50 (Foto: Henrique Kawaminami)Para 250 motoristas gasolina saiu por R$ 2,50 (Foto: Henrique Kawaminami)

O Feirão sem Imposto levou mais de 600 pessoas a dois postos de combustível de Campo Grande na manhã deste sábado (25) para garantir gasolina por apenas R$ 2,50. Nem o frio de 9°C da madrugada mais gelada do ano na Capital espantou os motoristas, que começaram a fila no alto da Avenida Afonso Pena às 15 horas de ontem.

No posto das Nações Unidas, localizado na principal avenida da cidade, 312 motoristas amanheceram na fila na tentativa de conseguir abastecer por R$ 2,50 o litro. Nos dias normais, o preço da gasolina chega a R$ 4,29. Mesmo com o frio, Júlio Lopes Manvailer, de 26 anos, chegou de moto ao posto às 23h40 e encontrou outros 14 motoristas na sua frente.

Para conseguir resistir à noite de espera, contou com a ajuda dos outros motoristas. “O primeiro da fila me deixou ficar no carro dele, para não pegar tanta friagem”, contou. Para Júlio, as horas na fila para abastecer oito litros de combustível na moto são simbólicas. “Não é só pelo valor, mas é para mostrar o quanto a gente trabalha para pagar impostos no Brasil”.

A professora Priscila Leão, de 33 anos, e o marido transformaram a espera em programa de família e passaram a madrugada na fila com os dois filhos, de 9 e 10 anos. Para aguentar a sensação térmica de 8°C levaram cobertores e lanches. “Viemos preparados para acampar com cobertor, lanche e café. Isso porque é uma campanha importante para batalhar por nossos direitos, para diminuir os impostos", afirma.

No meio da fila, a administradora Cristiane Merighi, de 45 anos, aguardava para saber se ia conseguir abastecer. Ela chegou às 5h30 da manhã e contou que sempre participa da campanha. “O preço da gasolina está absurdo. Hoje o carro é um instrumento de trabalho, não é usado só para lazer”.

Sem gasolina, Odair Rogério chegou empurrando o carro para participar da campanha. Ele entrou na fila ontem por volta de 15 horas e após mais de 17 horas de espera conseguiu garantir os 20 litros de combustível. "Tinha que ter campanhas como essa uma vez por semana", afirmou.

Segundo o presidente do Conselho de Jovens Empresários da Associação Comercial, Rafael Rotta, serão oferecidos 10 mil litros de combustível pelo preço sem impostos, divididos em dois postos – o das Nações e no Posto Metrópole, na Avenida Calógeras. A previsão é atender 250 motoristas em cada um, mas quando as unidades começaram abastecer mais de 600 esperavam nos dois locais nesta manhã.

Conforme Rafael, o feirão é uma iniciativa para conscientizar a população sobre o impacto dos tributos pagos no preço final de serviços e produtos. “só na gasolina a carga tributária passa de 50%, mas o interessante é que as pessoas não estão encarrando só como desconto, mas como uma campanha mesmo”, reforçou.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions