A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

13/09/2015 12:28

Onça aparece em despensa de família e dá "baile" de 3h em bombeiros

Flávia Lima
Por volta de 9 horas a PMA chegou para dominar o animal.Por volta de 9 horas a PMA chegou para dominar o animal.
Imagem feita pelo Corpo de Bombeiros ao chegar na casa.Imagem feita pelo Corpo de Bombeiros ao chegar na casa.

Uma onça parda deu uma canseira de pelo menos três horas e meia no Corpo de Bombeiros de Naviraí, município distante 366 quilômetros da Capital. De acordo com o cabo Ronaldo Trombeta, que participou da operação de resgate, a corporação recebeu a ligação de um casal de idosos por volta das 5h50 da manhã deste domingo (13).

Assustado, o idoso, que não foi identificado, contou que ao acordar, havia se deparado com o animal na despensa da casa, onde ele mora com a esposa. Segundo o bombeiros, ao chegar na residência, localizada na Rua Trevo, no Portal Residence, a primeira preocupação foi isolar a área para que a onça, um macho já adulto, não fugisse enquanto os bombeiros providenciavam junto a PMA (Polícia Militar Ambiental), um dardo tranquilizante e o armamento necessário para a operação.

"Fizemos uma contenção com uma tela de alambrado e pedimos aos moradores e vizinhos que não fizessem barulho para não irritá-la", explicou Trombeta. Como o tranquilizante vem de uma fazenda distante 80 quilômetros da cidade, os bombeiros apenas tomaram o cuidado para que o animal ficasse calmo e não fugisse da área delimitada.

Por volta de 9 horas a PMA chegou ao local como dardo, que foi aplicado na onça. A equipe ainda esperou pelo menos dez minutos para o remédio fazer efeito, porém, quando os bombeiros foram laçá-la com o cambão, a onça voltou a ficar agitada e deu trabalho para a equipe concluir a captura.

Após o resgate, do qual participaram cerca de oito homens, a onça foi levada para a fazenda Green Farm, onde a PMA mantém um centro de reabilitação de animais silvestres. A movimentação atraiu pelo menos 100 pessoas na casa dos idosos.

Segundo o cabo Ronaldo Trombeta, ocorrências desse tipo não são comuns no município. "Acredito que ela veio dos canaviais, que estão invadindo o território delas", disse.

O último caso registrado de onça da mesma espécie que invadiu uma área habitada na cidade foi há nove anos, quando um animal entrou no Centro Pediátrico do hospital de Naviraí, assustando a médica que havia chegado cedo para trabalhar.

Em um segundo caso, mais recente, outra onça parda foi vista no perímetro urbano, mas não chegou a ser capturada. O animal resgatado hoje passará pro exames e posteriormente será devolvido à natureza. 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions