A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

17/08/2011 09:47

Operação da PM de combate ao crime na Vila Nhá-Nhá termina com quatro presos

Francisco Júnior e Fabiano Arruda

Presos foram encaminhados para a Depac Piratininga

Presos foram apresentados pela policia durante coletiva. (Foto: João Garrigó)Presos foram apresentados pela policia durante coletiva. (Foto: João Garrigó)

Quatro pessoas foram presas durante a operação “Pacificação do Pró-Morar” desencadeada na manhã desta quarta-feira pela Polícia Militar na Vila Nhá-Nhá, em Campo Grande. Ação foi iniciada às 5 horas e contou com a mobilização de 300 policiais.

Dos quatro presos, nenhum consta na lista dos 12 mandados de prisão expedidos pela 2º Vara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul que seriam cumpridos no bairro.

Durante a operação, a polícia prendeu Otacilio Valente Ramirez, 41 anos, Ronaldo Rodrigues Viegas, 55 anos, Vagner da Silva e Kennendy da Rocha. Todos encaminhados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga.

Os policiais localizaram Vagner em uma casa na rua na rua Otacílio Machado. No local, a polícia encontrou um revólver calibre 38, cerca de R$ 500, e porções de pasta base de cocaína. Com Kennendy, os policiais apreenderam uma pistola 380 e porções de drogas. Os dois foram autuados pelos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de arma.

Contra Otacílio havia um mandado de prisão em aberto. Ele é acusado de homicídio. Na casa dele, foi apreendida uma arma de brinquedo. A polícia suspeita que arma tenha sido usado pelo filho de Otacílio, Adriano Valente Ramires, de 19 anos, para cometer roubos. Contra o rapaz há um mandado de prisão em aberto.

Já Ronaldo foi preso por não pagamento de pensão alimentícia.

Durante a operação, várias residências foram vistoriadas e moradores foram revistados. Policiais da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito) realizaram uma blitz. Eles apreenderam duas motos e aplicaram 15 multas.

Para tentar coibir os crimes no bairro, duas bases da polícia comunitária serão instaladas na Vila Nhá-Nhá.

A operação envolveu policiais militares dos três Batalhões (1º, 9º e 10º) da Polícia Militar, Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais), PM2 (Inteligência da Polícia Militar) e Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado).

Policiais obsrvam mapa durante operação na Vila Nhá-Nhá. (Foto: João Garrigó)Policiais obsrvam mapa durante operação na Vila Nhá-Nhá. (Foto: João Garrigó)
Suspeitos são revistados durante operação da Polícia Militar. (Foto: João Garrigó)Suspeitos são revistados durante operação da Polícia Militar. (Foto: João Garrigó)
Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


Parabens pela a operaçao na capital, no interior deveria ser da mesma forma, nao consegirao prender os do mandatos ainda mas ja tirarao de circulaçao elementos que poderiam matar alguem em algun assalto etc....
 
MARCOS ALEXANDRE em 17/08/2011 12:53:21
Esse lugar precisa com certeza desse tipo de trabalho da policia, mas nao apenas um dia e sim pelo menos uma vez por semana, para podermos viver em paz e livre das drogas que o lugar oferece.
Parabens a policia.
 
Ana Paula em 17/08/2011 11:48:49
Parabens pela iniciativa, este tipo de trabalho deverá ser continuo em todos os bairros mais violentos, uma coisa que não entendo neste bairros e que a noite enteira menores e maiores de idade ficam consumindo droga e fazendo bagunça, eu moro no bairro jd balsamo e ocorre isso.
 
Orivelto Marcos Dutka em 17/08/2011 11:27:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions