A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/09/2012 13:18

Operadora têm até amanhã para retirar torre de telefonia perto de presídio

Paula Vitorino
Secretário falou sobre a retirada da torre em coletiva sobre Operação Cerco, nesta manhã. (Foto: Rodrigo Pazinato)Secretário falou sobre a retirada da torre em coletiva sobre Operação Cerco, nesta manhã. (Foto: Rodrigo Pazinato)
Torre ao lado do presídio. Torre ao lado do presídio.

O secretário de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, Wantuir Jacini, afirmou nesta manhã que o prazo para retirada da torre de telefonia próxima ao presídio de Segurança Máxima, em Campo Grande, termina neste sábado (29) e, em caso de descumprimento, o Estado tomará medidas judiciais contra a operadora responsável.

A torre pertence à operadora Vivo, mas também fornece sinal para Claro e OI, e está em área pública.

“Eles disseram que precisavam de tempo para fazer a retirada e continuar atendendo os clientes da região. O prazo termina amanhã”, frisou o secretário.

Ele afirmou que o departamento jurídico da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) está analisando quais medidas judiciais podem ser tomadas contra a operadora em caso de desobediência ao prazo.

“Eles não entendem que é necessário. Só pensam na questão do lucro, nos clientes que vão perder na região. Mas o sinal está contribuindo para o crime”, diz.

O secretário também ressaltou que a retirada da torre do local é a única saída para impedir o uso de celulares dentro do presídio.

“Eles a cada dia inovam as formas para conseguir entrar com aparelhos no presídio. O aparelho desmontado e escondido. É necessário cortar o sinal”, frisa.

De acordo com o secretário, no presídio feminino foram instalados bloqueadores de sinal, mas que no caso da Máxima isso não funcionaria devido a proximidade da torre.

“O sinal chega muito forte na Máxima. Mas no presídio feminino o bloqueador está funcionado bem”, diz.

Em reunião nesta semana, a Vivo informou ao secretário que retirará a torre, como determinado.



o estado, e município, tem o direito, de retirar a torre, se a operadora não quiser tirar, mais o poder judicial que tem, porque representam uma sociedade, parabéns pela exigência, pois tudo que é insalubre para sociedade, o Estado e o Município, tem o poder de Polícia, ingressem na Justiça, e a Lei, terá que sobrepor a tudo, terão que obedecer, independente de qualquer coisa.
 
pedro braga em 28/09/2012 02:21:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions