A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

09/09/2018 15:29

Organização apura denúncias e diz ter identificado suspeita de vazar conteúdo

Candidatos tiveram acesso a prova aplicada neste fim de semana em grupos de WhatsApp

Gabriel Neris
Candidatos tiveram acesso a conteúdo de prova de digitação da Polícia Civil (Foto: Direto das Ruas)Candidatos tiveram acesso a conteúdo de prova de digitação da Polícia Civil (Foto: Direto das Ruas)

A comissão organizadora do concurso para Polícia Civil de Mato Grosso do Sul afirma que está investigando e já identificou a candidata suspeita de vazar parte do conteúdo da prova de digitação realizada neste fim de semana em Campo Grande.

De acordo com a delegada Maria de Lourdes, presidente da comissão, a prova é impressa, os candidatos assinam e a deixam com os fiscais, mas esta candidata levou a prova, o que não é permitido. Ainda segundo a delegada, somente um caso de vazamento de conteúdo foi identificado.

Candidatos que tiveram acesso a prova procuraram a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro na manhã deste domingo (9) para registrar boletim de ocorrência sobre o vazamento do conteúdo antes e depois da aplicação. O Campo Grande News apurou que ao menos cinco denúncias foram formalizadas.

Além do suposto vazamento da prova, os candidatos também reclamam da falta de organização do concurso. Segundo eles, alguns dos teclados utilizados na prova de digitação apresentavam problemas. Os concurseiros também mostraram indignação com exigências do edital, como o tempo específico para digitação do texto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions