A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

05/09/2011 18:15

Pais que abandonaram quatro filhos em casa já estão em presídio

Viviane Oliveira e Ana Paula Carvalho

Foi arbitrada fiança no valor de quatro salários mínimos (R$ 2.180) ao pai e o mesmo valor à mãe. Como o casal é muito pobre, não tem dinheiro, foi removido para estabelecimentos penais

A casa não tem higiene, na geladeira e na pia havia comida estragada. (Fotos: João Garrigó)A casa não tem higiene, na geladeira e na pia havia comida estragada. (Fotos: João Garrigó)

O casal que abandonou quatro crianças em uma casa na rua Serra Azul,no bairro São Jorge da Lagoa, em Campo Grande já está no presídio.

Valdirene de Araújo, 30 anos, e Silvano César, 38 anos, foram autuados por abandono de incapaz e maus tratos após deixarem os quatro filhos com idades de quatro meses, dois, quatro, e seis anos sozinhos e sem comida.

As penas previstas para os dois crimes são inferiores a quatro anos de detenção e, por isso são afiançáveis. De acordo com o delegado Higo Arakaki foi arbitrada fiança, como o casal, muito pobre, não tem dinheiro para a fiança, acabou sendo removido para estabelecimentos penais - ela para o presídio feminino e ele ao complexo penitenciário.

A conselheira tutelar responsável pelo caso, Anna Caroline Kalache, disse que as crianças estão em um abrigo e por enquanto não há possibilidade delas ficarem com a mãe.

“A primeira etapa é verificar se a avó materna tem condições de ficar com eles, a segunda é fazer um relatório das condições que as crianças viviam e encaminhar para a Vara da Infância, da Juventude e do Idoso”, disse.

Segundo a conselheira, a mulher tem oito filhos, quatro não moram com ela. “A casa de quatro peças não tem nenhum tipo de limpeza. Na geladeira e na pia foram encontradas alimentos estragados. Pelo quintal da casa estão espalhadas roupas sujas das crianças e móveis velhos”.

Denúncia - Após denúncia anônima a Polícia Militar prendeu o casal suspeito de abandonar os filhos em casa. Segundo testemunhas as crianças estavam sozinhas há mais de um dia.

Elas foram encontradas sozinhas, estavam com roupas sujas e sem alimentação. A menina mais velha de seis anos é quem cuidava dos irmãos.

Para a conselheira, a mãe de Valdirene contou que na sexta-feira (4) ela deixou os filhos com Silvano e não disse para onde ia, só retornando para a casa no domingo.

Os pais chegaram na residência depois de uma hora que a polícia estava no local. Silvano disse que estava em casa e saiu no início da manhã para comprar comida.

Os vizinhos disseram que Valdirene amontoava as roupas das crianças no fundo da casa. Os vizinhos disseram que Valdirene amontoava as roupas das crianças no fundo da casa.

Revolta - O motorista Lauro Ernesto, 59 anos, vizinho da casa onde as crianças eram mantidas em condições precárias, disse que a situação não podia ficar do jeito que estava.

Ele conta que era muito triste ver as condições que as crianças viviam. “O menino de dois anos andava sozinho na rua, eles contavam com a ajuda da vizinhança para comer”, contou.

Segundo ele, Valdirene sumia e as crianças ficavam o dia inteiro na rua. Os moradores da região contam que Silvano trabalha o dia inteiro na reciclagem, e que o único problema é com a bebida, mas demonstra ser um bom pai.

Uma prima que não quis ser identificada disse que o problema é Valdirene que toma tereré o dia todo e não faz comida na casa. “As crianças ficam a deus dará”, disse.

Outra vizinha disse que deu graças a Deus que o Conselho Tutelar resgatou as crianças. “O bebê chorava de fome, às vezes até de sede”.



Parabéns ao Conselho Tutelar e a polícia. Os pais cometeram um crime ao abandonar os filhos, então tinham mesmo que ser penalizados. E o conselho só vem quando chamam porque não tem bola de cristal para saber onde está o problema e os vizinhos que já sabiam de tudo deveriam ter denunciado antes. A lei diz que é dever de todos zelar pela dignidade da criança e adolescente. ECA Art. 18. Quanto a situação de abrigo, num caso desses tenho certeza que as crianças estão muito melhor do que quando estavam naquele chiqueiro, mas não se preocupem, o acolhimento institucional tem como propósito a recuperação da família e a reintegração das crianças no seio familiar recuperado e isso é responsabilidade do município através da diretoria de assistência e desenvolvimento social e esta sim já deveria saber da situação da família. Caso os pais não se recuperem podem ser destituídos do poder familiar e as crianças então ficam em condição legal para adoção. Sem duvida serão muito mais felizes com um casal que os ame e tenha desejado ter filhos.
 
Anaide Teles Machado em 09/09/2011 06:32:28
Que situação! A mãe que já tinha 04 filhos que não moravam com ela foi conduzida ao presídio feminino por não ter dinheiro para pagar a fiança arbitrada pelo crime de abandono de outros quatro. Não seria uma ótima ocasião para esterilizar ester ser??
 
Célio Mota em 06/09/2011 12:35:14
quatro crianças , sem comida .sem casa adequada,sem higiene, sem escola , cade as creches?para os de 4 e 6 anos porque parece que o de dois anos e o de 4 meses ainda não pode ir para creche,se não me engano.mas assim só ficariam dois na casa, mas não! agora tambem tiraram os pais dessas crianças,se são tão pobres , como poderiam pagar esse valor,foi de propósito? onde está os direitos humanos, é só na hora de votar,com certeza eles são eleitores,meu repudio para essa lei.
 
Teresa Moura em 06/09/2011 11:53:09
Não acho correto prenderem o pais. Penso que esta família precisa de ajuda em todos os aspectos, foi correto tirarem os filhos dos pais, mas tem muito bandido solto ai.Pena alternativa, acompanhamento social, direcionar curso trabalho aos pais,prisão...
 
Andrea Eliane em 06/09/2011 10:46:21
PRENDER OS PAIS NAO E SOLUÇÃO SOLUÇÃO E ESSE POVO QUE GANHA P/FAZER VISITAS NAS CASAS COMO BOLSA FAMILIA FICAM TOMANDO TERERE EM CASA COMO DONA VALDIRENE, KD O PODER PUBLICO KD CONSELHO QUE NAO VE ISSO SO VEEM QUANDO CHAMAM, VE O PROBLEMA DAS FAMILIA PRIMEIRO DE QUE IR PRENDENDO, PRENDE QUEM PRECISA NAO QUEM FAZ RECICLAG4EM
 
ESTER REIS em 06/09/2011 10:31:47
Em meu modesto entendimento, a solução foi acertada. De que adiantaria doações de alimentos e até mesmo moradia para uma mulher como essa mãe das crianças? Seria apenas um ou dois dias bem, e depois tudo ficaria como antes. Certa a autoridade, o proxímo passo é colocar para adoção para viverem com dignidade e poder sonhar em se algo futuramente, isto se após análise dos demais familiares (avós, tios,etc) ficar comprovado que quase nada adiantaria para as crianças. Sei que a princípio acostumar-se sem os pais seria difícil (seria?), mas tudo indica que a adaptação seria rápida até mesmo enquanto estiveren em um abrigo. Banho tomado, roupinhas limpas, bom sono, comida garantida e até mesmo medicação.
 
Maria Elisa em 06/09/2011 10:12:00
Meu Deus, que tristeza ver a lei punir esses pais desse jeito. Isso só ajuda a piorar a situação. Essa família precisa de apoio psicológico, de estrutura e de ajuda do poder público. Os pais já estão sem perspectiva de vida e ainda vão presos?
Você q acha certo a prisão dos pais, procura experimentar a pobreza desse casal em meio à essas condições de vida.
 
Thais Sampaio em 06/09/2011 10:10:35
Graças a Deus alguém denunciou esses pais... é revoltante como uma mãe pode deixar um bebê de 4 meses passando fome, sem higiene? uma pessoa dessa, deve apodrecer na cadeia! tomara que a justiça consiga dar um lar digno para essas crianças que nada tem a pagar pelos erros dos pais. A população tem q se unir e denunciar mesmo!
 
rayani cruz em 06/09/2011 09:34:45
Meu Deus... quanto sofrimento passaram essas crianças
 
Maisa de Lima em 06/09/2011 09:10:52
nao concordo opoder puplico tem q se manivestar isso nao podi ficar assim.prender o pai e amãe.isso nao ta serto cade a sistencia social do estado cade o recursos humanos recurso humanos parese q e so pra bandidos, quando uma familha nao tem condições de sustentar os filho em vez de ajudar eles preveren aprender os pais e doa as criãnças q so assim eles nao vao ter dispeza isso e um absurdo, porq q o poder publico nao pega esta familha e da uma moradir diguina pra esta familha e de comida para eles e ina condições de fida melhor pra eles doq prender os pais.e minha o pinião.
 
joao carlos de oliveira em 06/09/2011 09:04:21
So tenho dó das crianças, dessa sra nunca. trabalho não falta estou á procura de uma empregada domestica e não acho, na FUNTRAB tem muitas vagas, essas sra tem filhos para o governo cuidar, nada justifica esse abandono, tem que ficar presa por muito tempo.o Delegado foi corretissimo ao estipular a fiança.
 
Carolina Moraes em 06/09/2011 08:56:14
A solução não é separar as crianças dos pais, mas ajuda-los, essa separação vai afetar as crianças pois elas estão em pleno crescimento, ao olhar as pessoas sabemos se elas foram amadas ou não em sua infancia, O aspecto de revolta e se sentir melhor que o outro é uma expressão de que faltou afeto na infância.
 
Célia Campos em 06/09/2011 08:56:06
Não quero defender ngm, mas o cara matou o vigia e esta solto e esses ai presos?
alguem pode me explicar a justiça?
 
João Pedro em 06/09/2011 08:55:23
Planejamento familiar já, o ideal é fazer logo uma laqueadura obrigatória ou uma vazectomia gratuita pelo SUS para casais pobres com mais de 2 filhos......
 
Carlos-Moura em 06/09/2011 08:08:54
E prender vai adiantar? vai aprender mais bandidagem ainda, acredito que certo seria uma pena social, estabelecer regras sociais e exigir que ela cuide dos filhos e se ela não cumprir aí sim .
 
Ariana Guerreiro em 06/09/2011 07:47:17
Melhorou muito a situação das crianças. Se antes não tinham nada, agora têm menos ainda com os pais presos e a fiança totalmente estupida por parte do poder publico. Quem tem que ir para a cadeia são os ladrões que infestam os 3 poderes, e não a população que tenta viver como pode. Se eu vivesse igual a esse pai nao iria beber, iria tomar é veneno de rato (Por causa do preço sabe...) Enquanto o poder publico se preocupa com a vida do cidadão sem bens, alguns com muitos bens aprontam o tempo todo e nada acontece.
 
Carlos Roberto em 06/09/2011 07:29:49
concordo que manter uma família não é facil, mas não é por isso que devem abandonar crianças inofensivas sozinhas em uma casa sem comida e proteção. pô se não da conta de criar, porquê faz? ow pelo menos deixe as crianças em um orfanato.
Tem que ficar presos mesmo, por que pessoas assim não tem coração.
 
Pedro Augusto em 06/09/2011 04:31:57
Que horror!!!
 
Giselli Souza em 05/09/2011 10:37:32
Quanta falta de inteligencia meu Deus; 1º estabelece multa, depois leva preso. Quem vai pagar a alimentação dos filhos? Que responsabilidade essas duas criaturas presas, comendo a nossas custas vão ter por esse crime? É preciso estabelecer normas obrigatórias aos dois para criar os filhos com os seus esforços. Teria que estar soltos trabalhando e alguem administrando os recursos em prol das crianças. Mais nesse caso estão transferindo para sociedade pagar tanto das crianças como dos inúteis pais. Que falta de visão! tanta palestras e cursos para nada.
 
luiz alves pereira em 05/09/2011 09:04:35
Esta mãe não tem a mínima condição de criar estes filhos, ela nunca será uma boa mãe.
Sinto pelo pai, que tem que sair para trabalhar, confiando que a mulher esteja cuidando dos filhos, e ela não cuida, nem quer saber deles.
Seria melhor que sejam adotados,por alguem que cuide deles e lhe dê amor.
 
Maria Helena em 05/09/2011 08:49:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions