ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Pais que perderam prazos de matrícula poderão fazer a efetivação até dia 6

Por Viviane Oliveira | 29/01/2017 14:44

A Semed (Secretaria Municipal de Educação) abriu dois novos prazos para quem perdeu o período inicial de matrícula na Reme (Rede Municipal de Ensino) de Campo Grande.

Os pais e responsáveis de alunos que perderam os prazos de matrícula poderão comparecer nas secretarias das escolas para fazer a efetivação. O prazo termina no dia 6 de fevereiro. Segundo dados da secretaria, 12 mil alunos que já estudam na rede deixaram de procurar as escolas municipais para realizarem as matrículas.

Para os que desejam ingressar na Reme, será realizado um novo período, que vai vigorar do dia 26 até 31 de janeiro. O responsável deverá comparecer à escola designada para efetivar a matrícula. Não será oferecido matricula online, com todos os procedimentos realizados de forma presencial.

Documentos - Para os alunos que já frequentam as escolas municipais, os pais deverão levar sua própria documentação de identificação pessoal para efetivação da matrícula.

Quanto aos alunos novos, o responsável deve levar documentos pessoais do estudante, como certidão de nascimento da criança, carteira de vacinação, cartão do SUS (Sistema Único de Saúde), cartão do Bolsa Família, documento de escolaridade e, caso tenha, o CPF ou Carteira de Identidade. O responsável também deve levar os documentos pessoais para complementar o cadastro do aluno.

Creches - Para os alunos novos dos Ceinfs (Centros de Educação Infantil), as primeiras designações começam a partir do dia 23 de janeiro. Os pais devem aguardar contato telefônico para o encaminhamento das vagas. Para mais informações, a Semed disponibiliza o telefone 0800-615-15-15, que funciona das 7h30 às 17h30.

A Rede Municipal de Ensino tem 94 escolas e 99 creches. Conforme o último Censo Escolar, divulgado em 29 de dezembro de 2016, são 98.079 alunos em escolas municipais: 95.795 na área urbana e 2.284 na zona rural.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário