ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Para amigo, ex-prefeito nega briga com ex-vereador morto por PM

Douglas Melo Figueiredo é apontado como pivô da discussão que terminou com a morte de Dinho Vital

Por Ana Paula Chuva e Dayene Paz, de Anastácio | 09/05/2024 17:47
Douglas sentado durante confusão envolvendo ex-vereador Dinho Vital (Foto: Reprodução)
Douglas sentado durante confusão envolvendo ex-vereador Dinho Vital (Foto: Reprodução)

Em casa e bastante abalado, o ex-prefeito de Anastácio Douglas Melo Figueiredo nega briga com o ex-vereador Wander Alves Meleiro, o “Dinho Vital” (PP), que acabou morto em troca de tiros com policial militar. O caso aconteceu na saída da festa em comemoração ao aniversário da cidade na noite de quarta-feira (8).

O Campo Grande News esteve na casa de Douglas na tarde desta quinta-feira (9), mas foi atendido por um amigo do ex-prefeito. À equipe, o homem se identificou apenas como Wilson e afirmou que o homem, apontado como pivô da briga, está muito abalado e sentido com a narrativa que está sendo criada.

“Ele não brigou com ninguém. Nos vídeos é possível ver que o Dinho estava bastante alterado e avança em uma outra pessoa. Não sei por qual motivo, não estava lá. Ele agride alguém e depois é derrubado pelas pessoas que estão na festa. Ele vai embora e depois retorna, foi o que falaram para gente”, diz o amigo de Douglas.

“Douglas está bastante abalado e sentido com os fatos porque tentam criar um envolvimento dele. Os vídeos o mostram sentado no canto em uma cadeira. Não houve discussão entre ele e Dinho. Cheguei lá depois do acontecido, mas os vídeos mostram que ele não estava envolvido”, conclui Wilson que afirma que o ex-prefeito entrará em contato com a imprensa assim que conseguir falar.

Corpo do ex-vereador às margens da BR-262 em Anastácio (Foto: Portal de Aquidauana)
Corpo do ex-vereador às margens da BR-262 em Anastácio (Foto: Portal de Aquidauana)

A morte – O Corpo de Bombeiros foi chamado pouco depois das 17h para uma ocorrência de disparo de arma de fogo na rodovia. No local, o óbito foi constatado e a PM (Polícia Militar) foi acionada. Dinho estava caído em frente ao veículo Fiat Toro que, segundo o site O Pantaneiro, tinha pneu furado.

Dois policiais militares estão envolvidos na ocorrência. A informação que circula na cidade é que o sargento e o cabo, que não estavam fardados, faziam parte da equipe de segurança particular contratada por Douglas Figueiredo. Eles negam.

Em nota, a assessoria da PM (Polícia Militar) informou que os tiros foram disparados por dois policiais de folga, acionados por participantes da festa, para que interviessem em caso de pessoa armada no local. Ainda em nota, a PM alega que os militares viram pessoa armada com pistola, que seria Dinho Vital.

Anunciaram que eram policiais e ordenaram que colocasse a arma no chão. "(...) mesmo assim o homem não acatou a ordem legal dos PMs e, com arma em punho, partiu em direção aos policiais". A ação será investigada por meio de um IPM (Inquérito Policial Militar).

Câmara Municipal lotada durante velório do ex-vereador (Foto: Henrique Kawaminami)
Câmara Municipal lotada durante velório do ex-vereador (Foto: Henrique Kawaminami)

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.


Nos siga no Google Notícias