ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  19    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Para evitar acidentes na rodovias, motoristas devem revisar carros e ter atenção

Por Aliny Mary Dias | 18/12/2013 10:25
Acidentes podem ser evitados com atenção e revisão de carros (Foto: Jornal da Nova)
Acidentes podem ser evitados com atenção e revisão de carros (Foto: Jornal da Nova)

A receita é conhecida de quem dirige e pega a estrada seja com frequência ou não, apesar da recomendação ser antiga, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) faz questão de lembrar a importância de revisar os veículos antes de pegar as estradas,

A inspetora da corporação, Vanessa Freire, explica que muitos motoristas se descuidam das revisões mecânicas e acabam tendo problemas durante a viagem.

“Antes de entrar na rodovia, o motorista deve ter cuidado com a manutenção do veículo. Freios, luzes, cinto de segurança nos bancos de trás, a cadeirinha para as crianças ou assento de elevação, são itens importantes que devem ser checados”, explica.

Os índices de acidentes causados por falhas mecânicas são altos, por isso, a importância de levar o carro em uma oficina antes de pegar a estrada. Algumas rodovias como a BR-163 e a BR-262, também merecem atenção especial dos motoristas.

Além disso, a policial lembra que o motorista precisa ser atento às regras de trânsito. “As recomendações de não ingerir bebida alcoólica e principalmente respeitar a velocidade das rodovias”, afirma Vanessa.

Operação - Nesta quinta-feira (19) será lançada a Operação Integrada Rodovida, que irá reunir além da PRF, o Corpo de Bombeiros, o BPTran (Batalhão de Polícia de Trânsito), Agetran (Agência Municipal de Trânsito) e o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre).]

A primeira etapa da operação será em janeiro e as próximas fases ocorrem em fevereiro e março, época de rodovias lotadas em razão do feriado do Carnaval. Conforme a PRF, terá aumento de efetivo policial e 12 aparelhos de radar, oito deles novos. Outros oito bafômetros estarão nas rodovias de Mato Grosso do Sul

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário