A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

14/07/2016 08:34

Parque das Nações terá R$ 1,5 milhão para reformas e limpeza de lago

Aline dos Santos
Lago  de contenção sofre com assoreamento em parque. (Foto: Gelson Walber/Arquivo)Lago de contenção sofre com assoreamento em parque. (Foto: Gelson Walber/Arquivo)
Parque das Nações é o maior de Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio)Parque das Nações é o maior de Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio)

O Parque das Nações Indígenas, o maior de Campo Grande, terá investimentos de R$ 1,5 milhão. As ações incluem desassoreamento do lago de contenção do parque, drenagem, reforma do gradeamento, quiosques, banheiros, quadras, rede elétrica e iluminação. Os recursos também vão contemplar o Parque do Prosa e entorno.

A previsão é que até novembro seja concluído o desassoreamento do lago de contenção. Sem paisagismo e ornamentos do grande lago, ele foi criado exclusivamente como medida antienchente.

Contudo, acabou tomado por sedimentos em seus quatro metros de profundidade. A situação do lago foi mostrada em diversas reportagens do Campo Grande News, pois, no período de chuva forte, a água que extravasa do parque alaga a Via Parque.

No lago de contenção, há encontro das águas dos córregos Reveilleau, Joaquim Português e Desbarrancado. O assoreamento é resultado do sedimento e areia que descem pelo Reveilleau (em sua maior parte) e Joaquim Português. O local foi desassoreado há alguns anos, mas o trabalho foi prejudicado pelas constantes intervenções urbanas.

A obra já começou e o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) alerta a população para que fique atenta ao trânsito de veículos na área próxima ao Museu das Culturas Dom Bosco.

Conforme o titular da Semade (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico) e diretor-presidente do Imasul, Jaime Verruck, o recurso é do instituto e estava previsto no orçamento.

Reforma - A reforma nos quiosques, banheiros, gradeamento, quadras, rede elétrica e iluminação devem ser iniciada nas próximas semanas. Ao término, o instituto fará campanha para que a população auxilie a manter limpo o espaço de lazer. Por mês, as equipes de limpeza retiram uma tonelada de lixo do Parque das Nações.

Conforme o site de notícias do governo, a SGI (Superintendência de Gestão da Informação) atua para melhorar o sinal de internet disponível no parque. Já a questão segurança é debatida entre Imasul e PM (Polícia Militar). O parque é o único da cidade com videomonitoramento.

Das dez câmeras, quatro são móveis e registram imagens em 360 graus. Um dos equipamentos foi instalado em uma torre de 42 metros de altura. Por enquanto, pontos sensíveis, como os altos da avenida Afonso Pena, continuam descoberto pela vigilância eletrônica. O Parque das Nações Indígenas contabiliza 119 hectares e média de sete mil visitantes ao sábados.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions