A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/09/2015 15:07

Pediatra morta em acidente iria voltar para se casar em Campo Grande

Leonardo Rocha
Amigos e parentes foram ao velório de médica, que morreu ontem após acidente em rodovia (Foto: Gerson Walber)Amigos e parentes foram ao velório de médica, que morreu ontem após acidente em rodovia (Foto: Gerson Walber)

Parentes e amigos foram prestar a última homenagem a médica Yuri Vanessa de Oliveira Tomonaga, de 31 anos, que morreu ontem (06), vítima de um acidente na rodovia BR-060, entre os municípios de Paraíso das Águas e Camapuã. No velório disseram que ela tinha muitos planos pra o futuro, tanto de nível profissional, como particular, já que se casaria daqui um mês.

Elvis Tomonaga, de 43 anos, primo da médica, confidenciou que ela sempre dedicou sua vida aos estudos, agora estava formada e atuando na área, que era seu grande sonho, montando sua clínica e se preparando para casar. “Faltava apenas um mês para o casamento, um sonho interrompido, vai ficar apenas a saudade”, disse ele.

Eduardo Tomonaga, 47, também primo, destacou que a médica sempre foi uma pessoa muito querida, a irmã mais velha que mesmo quando morou longe dos pais, nunca deixou de ter contato com a família. “Ela veio até aqui entregar os convites do casamento e iria voltar para Rio Verde (GO), um grande perda, o importante agora é confortar a família”.

Takashi Matsubara, 53, amigo da família, contou que ela era pediatra e se formou com muito sacrifício, tendo o apoio da família, que pagou sua faculdade de Medicina na Uniderp, depois ela fez residência no Hospital Regional, e agora estava empenhada na profissão.

“Ela como toda a família sempre trabalhou muito, conquistou tudo com muito sacrifício, trata- se de uma família antiga na cidade e de muito valor”. Ele ainda lembrou que Yuri sempre foi uma menina muito alegre e querida e que todos lamentam o que aconteceu.

Italo Alves Resende, 26, amigo, disse que neste momento o plano dela era casar, tanto que veio entregar os convites do casamento. “Ninguém acredita no que aconteceu, ela sempre teve uma imagem muito feliz, alegre e muito carinhosa com todos”. Ele contou que a médica fez faculdade em Campo Grande. Especialização em Ribeirão Preto (SP) e morava em Rio Verde (GO).

Já João Pedro Silva, primo do noivo, disse que esteve com ela um dia antes de sua viagem, pois seus pais seriam padrinhos do casamento. “É uma verdadeira tragédia, ela fazia muito bem para o meu primo, há pouco tempo atrás foi a maior festa no seu Chá Bar, todo mundo feliz”.

Yuri Tomonaga, era filha do ex-vereador Aguemo Tomonaga. Ela trabalhava em Rio Verde (GO), mas o seu casamento seria daqui um mês em Campo Grande. O seu acidente aconteceu porque perdeu o controle do veículo que seguia no sentido Mato Grosso do Sul – Goiás, capotando várias vezes.

De acordo com testemunhas, a médica ainda pediu para soltar o cinto de segurança depois do acidente, mas não resistiu e morreu antes da chegada do Corpo de Bombeiros. O velório acontece no Cemitério Parque Campo Grande.

Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions