A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 15 de Setembro de 2019

30/08/2019 11:03

Pedófilo baixava pornografia há 2 anos e diz que começou por curiosidade

Dois foram presos, mas liberados hoje, um deles admitui que a curiosidade virou vício

Clayton Neves
Homem chegando algemado à delegacia (Foto: Kerolyn Araújo)Homem chegando algemado à delegacia (Foto: Kerolyn Araújo)

Em depoimento à Polícia Civil, dois pedófilos presos em Campo Grande durante Operação Criança Segura, da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), afirmaram que começaram a baixar conteúdo pornográfico envolvendo menores de idade por curiosidade. Apesar de serem flagrados com os arquivos proibidos, a dupla teve liberdade provisória decretada pela Justiça um dia após a prisão.

O primeiro suspeito, de 38 anos, trabalhava como técnico de informática e revelou ter baixado mais de 90 mil arquivos, entre fotos e vídeos onde crianças e adolescente aparecem nuas ou em cenas de sexo explícito. Com ele foram encontrados 3 terabytes de material proibido que estavam armazenados em dois celulares, 8 HDs externos, um gabinete de computador e um pen drive apreendidos.

Segundo o investigado, que trabalha em uma produtora de vídeo, os downloads eram feito na empresa durante horário de expediente. A princípio, ele chegou a negar o crime e disse que o computador que usava havia sido invadido por um vírus durante pesquisa que fazia para o trabalho. No entanto, desistiu da versão e confessou que começou a acessar o tipo de conteúdo por curiosidade e acabou gostando da prática, que "se tornou vício".

O outro preso, de 24 anos, confessou que fazia o download de pornografia infantil há pelo menos 2 anos, inclusive, relatou ter passado a madrugada que antecedeu a prisão procurante e arquivando o tipo de conteúdo ilegal. Ele afirmou afirmou saber que o que fazia era crime, mas ainda assim continuava a baixar o conteúdo proíbido.

O rapaz, que está desempregado há 5 meses, negou que tenha repassado o material ou que tenha se relacionado com menores de idade. Na casa dele, localizada no Bairro Caiobá, investigadores apreenderam um notebook, três HDs e dois celulares.

A dupla passou por audiência de custódia na manhã desta sexta-feira (30), no Fórum de Campo Grande, e teve liberdade provisória decretada mediante cumprimento de medidas cautelares. Eles terão de se apresentar mensalmente à Justiça.

Entenda - A Operação Criança Segura foi desencadeada pela Depca na manhã desta quinta-feira (30). Ao todo, mais de 5 terabytes em fotos e vídeos contendo pornografia infantil foram apreendias. 

Os policiais da especializadas cumpriram mandados de busca e apreensão em casas de três bairros da Capital: Vilas Boas, Vila Jacy e Portal Caiobá. Em todos os endereços foram encontradas imagens e vídeos de pornografia infantil.

Além da dupla presa, terceiro alvo da operação, um militar da aeronáutica, de 50 anos, não foi encontrado pelos policiais e segue sob investigação.

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions