A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Setembro de 2019

29/08/2019 16:11

Polícia apreende mais de 5 terabytes de imagens em operação contra pedofilia

Dois homens foram presos em flagrante e um terceiro investigado não foi encontrado durante as ações

Geisy Garnes e Aletheya Alves
Delegada Marília de Brito (Foto: Kisie Ainoã)Delegada Marília de Brito (Foto: Kisie Ainoã)

Policiais da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) apreenderam mais de 5 terabytes em fotos e vídeos contendo pornografia infantil durante as ações da Operação Criança Segura, realizada na manhã desta quinta-feira (29) em Campo Grande. Dois homens foram presos em flagrante.

Os policiais da especializadas cumpriram mandados de busca e apreensão em casas de três bairros da Capital: Vilas Boas, Vila Jacy e Portal Caiobá. Em todos os endereços foram encontradas imagens e vídeos de pornografia infantil.

“No primeiro endereço foram apreendidos 4 terabytes de material, no segundo 850 gigabytes e do terceiro mais 250 gigabytes”, explicou a delegada Marília de Brito Martins. Os três alvos, dois deles foram presos em flagrante por armazenar as imagens, um estudante de 24 anos e um técnico de informática, de 38 anos, que é funcionário de uma produtora de vídeo.

O terceiro alvo da operação é militar da aeronáutica, tem 50 anos e não foi encontrada pelos policiais. Ele ainda não se apresentou a delegacia especializada, mas ainda assim será indiciado pelo crime. A delegada também analisa a necessidade de pedir a prisão preventiva do suspeito.

Uma adolescente encontrada em um dos endereços visitados pelos investigadores nesta manhã foi levada a delegacia para prestar depoimento. Conforme Marília, a jovem sofre de autismo e foi ouvida pelo setor psicossocial. “A intenção era saber se ela é vítima de estupro de vulnerável”. Caso segue em investigação.

Ao Campo Grande News a delegada explicou que os alvos foram definidos após monitoramento de acesso a material contendo imagens e vídeos de abusos e exploração sexual de crianças e adolescente em páginas da internet e em redes sociais.

Durante as investigações, as equipes identificaram ainda movimentação financeira entre suspeitos para acesso a esse tipo de material. As apurações e ações da operação seguem ao logo desta tarde. Além disso, todos os arquivos apreendidos nesta manhã devem passar por analise e perícia nos próximos dias.

Material apreendido nesta manhã (Foto: Kerolyn Araújo)Material apreendido nesta manhã (Foto: Kerolyn Araújo)
Suspeito preso chegando a delegacia (Foto: Kerolyn Araújo)Suspeito preso chegando a delegacia (Foto: Kerolyn Araújo)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions