A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

06/08/2018 09:16

Polícia desconfia que detento foi morto e jogado em estrada

Duas linhas de investigação foram traçadas: queima de arquivos e acerto de contas

Geisy Garnes e Bruna Kaspary
O corpo foi encontrado em uma estrada vicinal na região do Jardim Monumento (Foto: Saul Schramm)O corpo foi encontrado em uma estrada vicinal na região do Jardim Monumento (Foto: Saul Schramm)

A polícia trabalha para identificar o rapaz encontrado morto na manhã desta segunda-feira (6) em uma estrada vicinal aos fundos da Empresa Sotef Engenharia, na região do Jardim Monumento, em Campo Grande. Segundo o delegado Danilo Mansur, a suspeita é de que a vítima seja detento do sistema prisional.

A reportagem, o delegado plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitária) Piratininga, afirmou que a vítima foi morta há pelo menos três horas e que as marcas encontradas pelo corpo reforçam a suspeita que ela tenha sido agredida até a morte.

“Há indícios que ele sofreu um golpe mata-leão e também há duas marcas na cabeça. O corpo ainda não foi identificado porque eles estavam sem documento. Pelas tatuagens que ele apresenta, aparentemente é um detento do sistema prisional ou até mesmo do semiaberto”, detalhou o delegado.

O rapaz, com idade entre 25 e 35 anos, possui uma tatuagem de dragão na barriga e desenhos nos braços e na perna. Ainda conforme Mansur, duas linhas de investigação foram traçadas. “Aparentemente, se trata de queima de arquivos ou acerto de contas”, disse.

Equipes do GOI (Grupo de Operações e Investigações) da Polícia Civil e Polícia Militar foram ao local e investigam o caso.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions