A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

10/01/2011 11:11

Prefeitura reafirma que não negocia com categoria paralisada

Ana Maria Assis

Em nota oficial divulgada hoje, a Prefeitura de Campo Grande afirmou que recebeu, nesta segunda-feira (10.01), um ofício encaminhado pelos agentes de saúde e de controle de epidemiologia solicitando abertura de negociações com vistas à melhoria das condições de trabalho. No entanto, a informação foi de que a administração da prefeitura não negocia com categoria paralisada.

A Prefeitura de Campo Grande conseguiu, na semana passada, uma liminar considerando o movimento ilegal e abusivo. Mesmo assim, os agentes de saúde continuaram a greve, com o argumento de que após a liminar, ele seria de caráter particular, e não conduzido pelo sindicato, que foi impedido judicialmente.

Conforme a Prefeitura, a partir do momento que os agentes de saúde voltarem ao trabalho e este fluir normal e regularmente, a administração municipal, através dos órgãos competentes, vai receber as reivindicações.



Muito obrigado pela atenção.

Muito prazer em conhecê-los(as).

Sou agente de epidemiologia.

Solicito gentilmente que vossa excelência sr.Dr. Nelson Trade Filho,representante máximo da Administração Municipal, atenda às revindicações dos Agentes, pois todos somos iguais perante a Lei, como está escrito no artigo 5°, diz nossa carta magna a constituição.É evidente que haverá contínuas epidemias e climas chuvosos.Todos os dias a dengue ameaçará a capital campograndense, por isso, é importante que as revindicações por salário justo à categoria dos agentes sejam acatadas por vossas excelências parlamentares da administração municipal.Há bastante tempo nossos compadres e cumadres sofrem embaixo do sol forte e com a gravidade dos trabalhos excessivos.No artigo 7° da Constituição Federativa do Brasil, veja no saite:
(http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constitui%C3%A7ao.htm)
carta que sua excelência a presidente Dilma Rousseff prometeu cumprir, assim como todos os parlamentares brasileiros, está o inciso vigésimo terceiro prometendo e afirmando o direito do funcionário público.Exemplo:
Art. 7º São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social:

XXIII -adicional de remuneração para as atividades penosas, insalubres ou perigosas, na forma da lei;"

Sua excelência o sr.Dr.Nelson Trade Filho representante máximo da Administração Municipal jurou cumprir a constituição.Então, solicito a vossas senhorias e excelências, parlamentares de todo Mato Grosso do Sul, jurem cumprir a Constituição e atender os humildes trabalhadores cumpadres e cumadres, valentes lutadores contra a vil epidemia que nos assola e tira de nós o mais importante: a vida de nossos entes queridos.
 
Ezequiel da Rosa Lorentz em 10/01/2011 11:53:11
Queremos dignidade Senhor Prefeito.,senta numa mesa vamos conversar e discutir as melhorias, para a categoria e vamos expor um novo plano de combate as endemias,pq esse administradores que estão ai no comando são da é poca da malariaou maleita estao muito passado e velhos pra desenvolver programas que envolvem saude publica
 
Paulo Alberto Costa Da Silva em 10/01/2011 09:34:08
Estou acompanhado a greve desses servidores e apoio essa luta! É uma miséria o salário bem como as condições de trabalho. Na AMAPE (Assoc. de Moradores do Parque Resid. Maria Ap. Pedrossian), acolhemos os Agentes de Saúde, damos condições para que eles desenvolvam o trabalho na nossa região. (a unidade de saúde é pequena e não tem espaço para abrigá-los). O Prefeito Nelsinho Trad está “mal orientado” na condução desse impasse. Um gestor moderno vai ao encontro das lideranças, abre o diálogo, estabelece prioridade num acordo que pode ser razoável para ambos os lados. Estamos num período crítico em que o trabalho dos Agentes é necessário e urgente e os dirigentes encontraram sintonia com a classe para iniciar a luta. Ir ao tribunal, falar grosso, ameaçar o corte de ponto é mera conduta de quem não conhece o caminho do meio e muito menos demonstra que valoriza os trabalhadores. O Prefeito está andando prá traz! O Athayde Nery, ex-sindicalista, amigo do prefeito, já quase vereador poderia dar uma mão nesse caso e baixar a “bola mucha” dessa conduta arcaica e patronal que tanto abominamos. Estamos num mundo globalizado, as pessoas precisam de atenção e quando se trata de impasse no campo de luta sindical o gestor público tem que acenar para o diálogo afim de resolver a questão. Não venha dizer também que as lideranças que estão na condução não representam a categoria por que essa não cola! 70% estão de acordo com o movimento, o SISEM (Sind. Dos Servidores Municipais) é um sindicato que não representa esse segmento. Aliás, SISEM é sinônimo de empreguismo, peleguismo e os dirigentes nos últimos anos só dizem amém ao Prefeito. Todo apoio ao movimento. Prof. Janio Batista de Macedo, diretor da FORÇA SINDICAL, Presidente do Estadual do SINDNAPI (Sind. Nacional dos Aposentados Pensionistas e Idosos/MS). www.sindicatodosaposentados.org.br
 
Prof. Janio Batista de Macedo em 10/01/2011 04:42:43
É uma vergonha para o prefeito Nelson Trad dar as costas aos trabalhadores da saúde, a negociação é coisas simples de ser resolvida, BASTA QUERER, e o prefeito em momento nenhum mostrou interesse em solucionar o problema, o indice de dengue vai aumentar por culpa do prefeito, os trabalhadores exigem seus direitos, muitos ali são bachareis, possuem cursos superiores e em alguns casos pos graduados. é mehor ele repensar o assunto, pois ele não ganhará sob pressão do jeito que ele ta pensando, ele esta querendo ENROLAR os trabalhadores.

Quem tenta convencer uma multidão de que ela não está a ser tão bem governada como deveria ser, nunca deixará de ter ouvintes atentos e favoráveis.

Richard Hooker

 
rafael em 10/01/2011 04:35:02
Agora vamos até o fim, GREVE GERAL, não conversou antes.
 
Roberto Domingues em 10/01/2011 04:21:43
SENHOR PREFEITO DEIXA DE SER MESQUINHO FAÇA JUSTIÇA PELO MENOS UMA VEZ NA VIDA SEU IRMÃO DISSE QUE COM R$.11.000,00 NÃO SOBREVIVE IMAGINE COM R$500,00 QUER MATAR S AGENTES DE SAUDE DE FOME SEU PERVERSO PODE CHUTAR O BALDE POIS, NÃO PODE MAIS SE REELEGER.
 
Rogério Torres Barbosa em 10/01/2011 04:08:57
Gostaria que o senhor prefeito e os vereadores desse município cumpra a lei e dê salário digno ao funcionalismo municipal, não somente aos agentes de saude à todos.
Aos agentes de saude que comunique a população quanto vai custar para ela conceder esse aumento a categoria, que realizem realmente o seu trabalho, não venha com invenções que está realizado mais do que é atribuição do cargo fazer, como disse o ilustre sindicalista quando relatou que os agentes fiscalizam...ora algum agente aplica multa?
O trabalho do agente persiste sim, em caminhar em baixo do sol, ora pensaste que cada um receberia um carro para isto, o q revolta não é reinvindicar salários melhores e sim usar artifícios do "fidelismo", chavismo" em que por salário baixo é justificativa para tudo.
Vários servidores municipais e estaduais estão na mesma situação, mas quando até o momento a única justificativa para greve é 1.400 reais de aumento..algo tão importante como discutir o direito a greve e sua eficácia se perdem.
 
Hermes Rosa em 10/01/2011 04:07:33
Gostaria de saber qual movimento foi interrompido para negociações, se chegou a greve por que não ouve diálogo anteriormente.
 
Walmir Fernandes Da SIlva em 10/01/2011 03:49:09
É isso mesmo quero saber quando me inscrevo para o concurso para agente......quero trabalhar prefeito dá emprego pro povo.
 
Bernardo Alves em 10/01/2011 02:03:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions