A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

13/09/2018 10:37

Prefeitura planeja obras em 60,8 km de vias de Campo Grande

Serão feito o serviço de microrrevestimento para impermeabilizar o asfalto e evitar a infiltração da enxurrada

Mayara Bueno
Trecho de via que passa por obra de microrrevestimento nesta quinta-feira. (Foto: Divulgação Prefeitura de Campo Grande).Trecho de via que passa por obra de microrrevestimento nesta quinta-feira. (Foto: Divulgação Prefeitura de Campo Grande).

A Prefeitura de Campo Grande planeja recapear 60,8 quilômetros em vias da cidade. Segundo o próprio município, a medida pode estender por mais cinco anos a vida útil do pavimento nos lugares onde forem aplicados.

Na quarta-feira (dia 12), 850 metros da Rua Fraiburgo, entre a Avenida Gury Marques e a Rua Ipamerim, receberam o serviço. Hoje, a programação é que passem por obra 1,4 km da Rua Ricardo Frango, entre a Avenida Julio de Castilho e Rua Fernando de Noronha.

Os 60,8 quilômetros planejados devem ser executados em 60 dias, ainda de acordo com a Prefeitura. Desde agosto de 2017, 6,170 quilômetros, que abrangem o entorno do Parque Ayrton Senna, no Aero Rancho, passaram pelo microrrevestimento.

A Secretaria de Infraestrutura levantou 112 quilômetros de vias de Campo Grande, onde o asfalto está em condições de receber o serviço. Além do prolongamento do tempo útil, a medida evita o surgimento de buracos, especialmente após chuva, afirma.

O titular da pasta, Rudi Fioresi, explicou que, neste tipo de serviço, é aplicada uma camada de 8 milímetros de asfalto, misturada com material de pedrisco e pó de pedra.

"Não é um serviço estrutural, que vai regularizar integralmente as ondulações da pista, mas vai impermeabilizar o asfalto e evitar a infiltração da enxurrada e, com isto, não surgirão novos buracos”, explica o secretário.

A prefeitura reforça que o serviço não é tapa-buraco, nem recapeamento. Seria uma espécie de manutenção preventiva, que não poderia ser aplicada em vias onde o asfalto está comprometido. "Nestas situações, a única alternativa é o recapeamento, que tem um custo médio de R$ 500 mil por quilômetro".



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions