A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

29/08/2018 15:07

Obra emblemática, Estado entrega em setembro asfalto da Estrada do Curê

José da Cruz
Obras na estrada do Curê em Bonito. (Foto: Edemir Rodrigues)Obras na estrada do Curê em Bonito. (Foto: Edemir Rodrigues)

A pavimentação do último trecho de revestimento primário da rodovia MS-178 pelo Governo do Estado, de 17 quilômetros, é considerada uma obra emblemática para Bonito pela importância e estratégia do acesso rodoviário no desenvolvimento do turismo e fomento ao setor agropecuário.

O asfalto iniciado há 15 anos e abandonado pelo governo anterior integra o programa Obras Inacabadas, que recuperou e concluiu mais de 200 obras.

Conhecida como Estrada do Curê, a MS-178 tem uma extensão de 26 quilômetros, dos quais apenas nove quilômetros eram pavimentados, e liga Bonito a Jardim e Porto Murtinho pela BR-267.

A via apresentava restrições de tráfego devido ao atoleiro e interdição periódica da ponte de madeira com o transbordamento do Rio da Prata, que cruza a pista. O Estado construiu no local uma ponte de concreto elevada de 29,5 metros de extensão e pista dupla.

Ponte de concreto na MS 178, em Bonito, MS. (Foto: Divulgação)Ponte de concreto na MS 178, em Bonito, MS. (Foto: Divulgação)

Estado fortalece o turismo

Com previsão de entrega em setembro, o asfalto da rodovia, praticamente concluído, traduz o sentimento de satisfação da população bonitense que hoje observa atentamente o volume de obras e investimentos do Governo do Estado no município.

Para o trade turístico, em especial, a melhoria da infraestrutura viária é fundamental para assegurar a Bonito o título de melhor destino de ecoturismo do País, cuja atividade gera 60% dos empregos na cidade.

Pavimentação MS-178 (Foto: Edemir Rodrigues)Pavimentação MS-178 (Foto: Edemir Rodrigues)
Pavimentação MS-178 (Foto: Edemir Rodrigues)Pavimentação MS-178 (Foto: Edemir Rodrigues)

“Os investimentos do Governo do Estado estão sendo essenciais para garantir o sucesso da atividade turística e na manutenção desses empregos”, afirmou o presidente do Convention Bureau Bonito – associação que trabalha na captação de eventos para o município, empresário Rodrigo Coinete. “Investir em infraestrutura de acesso à chegada de turista qualifica muito o nosso produto, melhora a captação de eventos e a experiência do turista na cidade”, pontuou.

Acesso à gruta ganha asfalto

Além da Estrada do Curê, o Governo do Estado executa outro grande projeto de infraestrutura urbana no município: a pavimentação de oito quilômetros da MS-382, entre o centro de Bonito e a entrada da Gruta do Lago Azul, um dos principais atrativos turísticos locais.

O asfalto da MS-382 integra o corredor turístico que ligará Bonito e região a Aquidauana, Miranda, Corumbá e ao centro do Pantanal, chegando a Coxim e Rio Verde, no Norte do Estado.

Recentemente, o governador Reinaldo Azambuja entregou a obra de reconstrução do prolongamento da MS-178, no trecho entre o aeroporto e a entrada da cidade, atendendo a compromisso assumido com a população e o empresariado.

Além de implantar novo pavimento no piso desgastado por falta de manutenção, foi construída uma ciclovia numa das margens da rodovia, do centro ao Balneário Municipal, e restaurada a iluminação.

Investimentos de R$ 110 milhões

Em três anos e oito meses, o Governo do Estado investiu mais de R$ 110 milhões em Bonito com obras de infraestrutura, habitação, saneamento básico, saúde, educação e segurança pública.

Somente em implantação e recuperação asfáltica, estão sendo aplicados R$ 69 milhões em quatro frentes de serviços, incluindo a restauração das vias urbanas. A ponte de concreto sobre o Rio da Prata, uma MS-178, já liberada ao tráfego, custou R$ 1,2 milhão.

Obra da ponte na MS-178 começou em 2004. (Foto: Divulgação)Obra da ponte na MS-178 começou em 2004. (Foto: Divulgação)

Na área de saneamento, a Sanesul amplia o sistema de abastecimento de água e esgotamento sanitário com recursos (R$ 5 milhões) próprios. Mais de R$ 7,5 milhões estão sendo investidos em novas moradias à população, entre recursos do Estado e do governo federal.

Além da reestruturação do aeroporto, a administração estadual assumiu a sua operação e interveio na negociação junto às companhias aéreas que hoje tem voos diários para Bonito.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions