ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 15º

Capital

Presidiário teve ajuda de funcionária da família para assaltar casa

De dentro da cadeia, ele planejou crime onde vítimas foram amarradas e feitas reféns em Campo Grande

Por Ana Oshiro | 26/05/2022 16:40
Hyundai Creta foi recuperado no distrito de Nova Itamarati, após perseguição policial. (Foto: Divulgação)
Hyundai Creta foi recuperado no distrito de Nova Itamarati, após perseguição policial. (Foto: Divulgação)

O assalto a uma residência na Vila Margarida, na madrugada desta quinta-feira (26), em Campo Grande, foi planejado de dentro de um presídio do Estado e contou com ajuda de uma mulher que trabalha para a família.

Ela não teve a identidade divulgada e, conforme apurado pela reportagem, a mulher seria a empregada doméstica da família. Tanto o presidiário que planejou o crime quanto a funcionária foram presos em flagrante após investigações.

A polícia desconfiou da mulher depois de analisar imagens de câmeras de segurança e notar que, no momento da aproximação dos assaltantes, o portão da residência se abre, sem que houvesse arrombamento. A entrada dos criminosos no imóvel foi entre 5h e 6h.

Um dos envolvidos no crime preso em camburão da PM. (Foto: Divulgação)
Um dos envolvidos no crime preso em camburão da PM. (Foto: Divulgação)

Os bandidos amarraram os três moradores da casa e trancaram as vítimas em um cômodo. Eles fugiram levando dois veículos, avaliados em R$ 100 mil cada, entre outros pertences da família. As vítimas conseguiram se soltar depois que eles foram embora e acionaram a Polícia Militar.

Uma equipe do Batalhão de Choque foi até a casa da família e logo depois prendeu um dos envolvidos em flagrante. Pouco depois das 7h30, a PMR (Polícia Militar Rodoviária) localizou os dois carros que haviam sido roubados, um Hyundai Tucson e um Hyundai Creta, na MS-164, em Maracaju, distante 159 km da Capital.

Ao serem abordados, os bandidos tentaram fugir realizando manobras perigosas e em alta velocidade para despistar a equipe da PMR. Os policiais conseguiram abordar o Hyundai Tucson e prenderam em flagrante o casal, de 18 anos, que estava no veículo.

Dentro do Tucson, havia casal de 18 anos com extensa ficha criminal. (Foto: Divulgação)
Dentro do Tucson, havia casal de 18 anos com extensa ficha criminal. (Foto: Divulgação)

De acordo com a polícia, eles possuem uma extensa ficha criminal e confessaram que haviam roubado os veículos da residência na Vila Margarida. O outro veículo, Hyundai Creta, seguiu em fuga em direção à Ponta Porã, mas foi abordado por uma equipe da Polícia Militar de Itamarati.

Todos os cinco envolvidos no crime foram presos em flagrante e encaminhados para a Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos) junto com os dois veículos, que foram devolvidos para os donos.

Nos siga no Google Notícias