A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

26/01/2011 16:30

PRF se reúne na sexta em Campo Grande e discute indicativo de greve

Fabiano Arruda

Policiais de MS debatem detalhes da greve, cujo indicativo prevê paralisação nacional no dia 4 de março

Policiais rodoviários federais se reúnem na próxima sexta-feira, em Campo Grande, e devem discutir detalhes operacionais da corporação em Mato Grosso do Sul durante a greve, cujo indicativo prevê a paralisação nacional no dia 4 de março. A categoria esta em "estado de alerta".

A reunião será no Sindicato dos PRFs do Estado. Devem participar do encontro policiais das delegacias do interior. Em pauta, os policiais devem definir que efetivo e serviços serão mantidos durante a paralisação.

A categoria reivindica a saída da atual administração. "Não concordamos com a apatia da atual Direção-Geral, completando 8 anos no cargo, a qual desmotiva o efetivo. Defendemos uma Polícia moderna, eficiente, transparente e cidadã. A PRF precisa mudar para acompanhar uma sociedade em rápida e constante evolução", diz nota da categoria que ataca o atual diretor geral da PRF, Hélio Cardoso Derenne.

No dia 15 de dezembro, a Federação Nacional e sindicatos da categoria publicara a “Carta aberta aos Parlamentares”, pedindo a mudança pelo "o profundo descontentamento da categoria com a atual Administração Geral do Departamento de Polícia Rodoviária Federal – DPRF, em virtude da não realização de uma gestão voltada para o engrandecimento da instituição e da segurança pública, permitir o sucateamento dos recursos materiais e humanos; permitir a manutenção das péssimas condições de trabalho".



parabéns aos companheiros prf's, quem dea a policia civil ser atuante desta forma, infelizmente somos uma classe de grande poder adormecido. Parabéns aos Prf's e que as outras classes policiais sigam o bom exemplo de reinvidicação pacífica.
 
izaltino ojeda em 26/01/2011 10:02:22
Quanto tempo mais vai demorar para TODAS AS FORÇAS POLICIAIS serem valorizadas; se a PRF acha que não dá para trabalhar nas condições salariais em que se encontram, que dirá os Policiais Civis e Militares do MS?

Valorização profissional já.
Stive Miller - Papa Mike
 
stive miller em 26/01/2011 06:37:55
PARABENS AOS PRFs, POLICIA TEM QUE SER ATUANTE EM FAVOR DE MELHORES CONDIÇOES DE TRABALHO E NÃO DEVE ACEITAR UM DIRETOR QUE TRABALHA EM PRO A CLASSE POLITICA OA INVES DE TRABALHAR PARA A POPULAÇÃO,JA NÃO CHEGA AS POLICIAS ESTADUAIS QUE SÃO PAU MANDADOS DE UM SECRETARIO QUE NÃ TA NEM AI POR SEUS POLICIAIS .
 
jose augusto em 26/01/2011 05:47:38
Os Federais estão preocupados com a valorização da sua classe...e os Civis? E a polícia em geral? Vai ficar assistindo o movimento dos companheiros e ver no que vai dar? Tem uma (ou duas) PEC por aí, não seria interessante sair do ostracismo e "esquentar a máquina" novamente para acordar os incrédulos. Há um Sindicato atuante, não há?
 
Fernando Andrighetti em 26/01/2011 04:47:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions