A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

08/07/2013 19:19

Questionado sobre contratos, Ronaldo Queiroz diz que CPI soma valores antigos

Evelyn Souza

O ex-diretor do Hospital Regional, Ronaldo Queiroz, foi questionado hoje durante a CPI da Saúde, em relação aos contratos de limpeza com a empresa Vyga. Segundo documentos apresentados pela Comissão, os valores teriam passado de R$ 6,8 milhões para cerca de 15 milhões.

“Há uma semana os membros da CPI entraram em contato comigo e me pediram uma série de documentos. Eu forneci, mas eles acabaram somando valores antigos”, respondeu o ex-diretor.

Segundo ele, a empresa Vyga presta serviços de limpeza para o hospital por um contrato de cerca de R$ 700 mil por mês, valor que representa R$ 8,4 milhões por ano.

“São 164 funcionários destinados para a limpeza interna e externa do hospital e mais 28 que realizam a gestão de qualidade. Além dos serviços prestados, eles fornecem o material para limpeza, ou seja, esse valor está dentro da média”, explica.

Ainda de acordo com o ex-diretor, a administração do hospital já está providenciando um novo contrato para esclarecer os valores.

“Não queremos que fique nenhuma dúvida. Todos os processos do hospital são licitados na superintendência de licitações e submetidos a auditorias do Tribunal de Contas. Estão dentro da legalidade”, concluiu.

Além de Ronaldo Queiroz, a CPI da Saúde da Assembléia Legislativa ouviu o ex-diretor do Hospital Universitário, José Carlos Dorsa.

Depoimento de secretário estadual na CPI da Saúde é adiado
O novo secretário de saúde do Estado e ex-presidente da Junta Interventora da Santa Casa da Capital, Antônio Lastório, pediu adiamento do depoimento ...
Confundido com ladrão, homem causa acidente e acaba agredido
Flávio Guimarães Fernandes, 39 anos, foi confundido com ladrão e agredido por moradores após se envolver em acidente. O caso aconteceu na madrugada d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions