A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

08/07/2013 11:36

Depoimento de secretário estadual na CPI da Saúde é adiado

Aliny Mary Dias

O novo secretário de saúde do Estado e ex-presidente da Junta Interventora da Santa Casa da Capital, Antônio Lastório, pediu adiamento do depoimento que seria ouvido pelos deputados na tarde de hoje (8).

O adiamento ocorreu em razão do encontro com o Ministro da Saúde, Alexandre Padilha. O secretário que assumiu a pasta após exoneração da secretária Beatriz Dobashi, flagrada em conversas telefônicas da Operação Sangue Frio da Polícia Federal e Ministério Público Estadual.

Segundo a Assembleia Legislativa, Lastória foi convocado às pressas pelo Ministro. O encontro foi comprovado por meio de documentos apresentados aos parlamentares. A data do novo depoimento deve ser definida ainda hoje.

Apesar da ausência de Lastória, a CPI irá ouvir os ex-diretores do Hospital Universitário, José Carlos Dorsa e do Hospital Regional de Campo Grande, Ronaldo Perches Queiroz. O compromisso está marcado para às 14 horas no Plenário.

Segundo o presidente da CPI, o deputado estadual Amarildo Cruz (PT), os três convocados devem ser sabatinados sobre o repasse de recursos do SUS (Sistema Único de Saúde) para as unidades de saúde. De acordo com ele, estes depoimentos irão contribuir para formulação do relatório final da investigação.

A comissão também deve decidir quando irá reconvocar a ex-secretária estadual de saúde, Beatriz Dobashi, que segundo Amarildo mostrou contradição em seu primeiro depoimento e por isso precisa voltar a dar explicações.

A CPI da Assembleia investiga o repasse de recursos do SUS para as unidades de saúde de Mato Grosso do Sul nos últimos cinco anos. A comissão é formada pelos deputados Amarildo Cruz (PT), presidente, Junior Mochi (PMDB), relator, Maurício Picarelli (PMDB), Lauro Davi (PSB) e Onevan de Matos (PSDB).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions