A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

02/04/2018 16:57

Reforma do prédio da Câmara de Campo Grande custará R$ 620 mil a mais

Segundo o presidente da Casa de Leis, vereador João Rocha (PSDB), imprevistos apareceram

Anahi Zurutuza
Homens trabalhando na construção de rampa de acesso ao plenário no início de fevereiro (Foto: Kleber Clajus/Arquivo)Homens trabalhando na construção de rampa de acesso ao plenário no início de fevereiro (Foto: Kleber Clajus/Arquivo)

A reforma do prédio da Câmara de Campo Grande custará R$ 620 mil a mais do que os R$ 3,1 milhões previstos inicialmente. O segundo termo aditivo ao contrato firmado entre o Legislativo e a Age Comercial Ltda., empreiteira que venceu a licitação para executar a segunda obra no imóvel em menos de dois anos, foi publicado no Diário Oficial do município.

O presidente da Casa de Leis, vereador João Rocha (PSDB), afirmou que imprevistos apareceram. “Na verdade, quando você começa a mexer num prédio antigo, como este que tem quase 25 anos, aparecem situações que não eram previstas”.

Aluguel – Para abrigar gabinetes e outros setores da Câmara durante a obra, o Legislativo alugou o prédio ao lado, localizado na avenida Ricardo Brandão, por R$ 7,1 mil mensais.

Conforme consta no Portal da Transparência, a Casa de Leis firmou contrato com a Progresso Empreendimentos e Participações para ocupar o prédio onde funcionava uma agência do Banco do Brasil por ao menos seis meses – tempo que a reforma deve levar para ser concluída. A reforma começou em janeiro.

Reforma anterior – Depois de 15 anos funcionando no prédio do bairro Jatiuka Park, a Câmara de Campo Grande passou pela primeira reforma em janeiro de 2016 e foram investidos R$ 200 mil para a realização da pintura externa do imóvel, construção de novas salas, guarita, troca do telhado e readequações em quatro gabinetes parlamentares, na recepção da presidência.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions