A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

28/11/2012 17:15

Santa Casa diz que cirurgias eletivas serão retomadas na próxima 2ª

Desde sexta-feira (23) até o início da tarde de hoje 28 intervenções já foram canceladas. O problema no transformador causou as suspensões.

Luciana Brazil e Viviane Oliveira
Atendimento segue, mas os coredores escuros da ala de ortopedia mostram o racionamento de energia. (Foto:Luciana Brazil)Atendimento segue, mas os coredores escuros da ala de ortopedia mostram o racionamento de energia. (Foto:Luciana Brazil)

A direção da Santa Casa de Campo Grande informou na tarde de hoje (28) que as cirurgias eletivas voltarão a ser realizadas na próxima segunda-feira (3), depois de ficar por mais de 10 dias suspensas. Um problema no transformador do hospital, na última sexta-feira (23), interrompeu o atendimento. O equipamento sofreu uma sobrecarga de energia e tem trabalhado com a capacidade reduzida. O aparelho será substituído na tarde de sexta-feira (30) por um equipamento provisório, emprestado por uma empresa de Campo Grande.

Um novo transformador, que já foi adquirido pelo hospital, só deve chegar dentro de 25 dias. A aquisição foi feita em outro estado, já que em Mato Grosso do Sul não é vendido. O custo do equipamento fica em torno de R$32 mil.

Desde o incidente até o início da tarde de hoje, 28 cirurgias eletivas já foram suspensas no hospital. Segundo o diretor técnico do hospital Luiz Alberto Kanamura o impacto dos cancelamentos não têm sido grande para a população.

Ele explica que a medida de cancelar foi adotada para garantir a segurança dos pacientes. “A intenção é proteger o paciente. A decisão é minimizar os riscos à pacientes de cirurgias eletivas”, explicou.

Durante a coletiva de imprensa, Kanamura ressaltou que as cirurgias de emergência e urgência continuam sendo realizadas normalmente. Segundo ele, 231 intervenções foram realizadas no mesmo período em que as eletivas foram interrompidas. “A maioria é de cirurgia ortopédica”, frisou.

As eletivas realizadas neste período correspondem a cirurgias mais simples, como explica Kanamura, onde o paciente não precisa passar por anestesia geral.

Corredores com lâmpadas apagadas incoda alguns funcionários. Corredores com lâmpadas apagadas incoda alguns funcionários.
Kanamura destaca que suspensões não afetaram a população.Kanamura destaca que suspensões não afetaram a população.

Medidas de racionamento foram adotadas para evitar que o hospital passe por maiores problemas. Os aparelhos de ar-condicionado dos setores administrativos foram desligados e as luzes dos corredores, que possuem iluminação natural, foram desligadas.

O secretário Municipal de Saúde Leandro Mazina disse que os funcionários foram orientados a não carregar o celular nas dependências do prédio, além de manter as luzes apagadas.

“Quanto à falta de luz, já solicitamos um transformador que está vindo de outra cidade e ainda vai demorar pelo menos 25 dias para resolver o problema definitivamente”, disse.

Ele afirmou ainda que o prédio do hospital e o transformador são velhos e para que não houvesse piora na situação as eletivas foram suspensas, além das medidas de contensão que foram adotadas.

O diretor técnico explica ainda que a troca do equipamento deve durar cerca de 3 horas e por isso é melhor que ele seja trocado apenas na sexta-feira (30). “Já estamos com ele, mas não tem como trocar agora porque envolve uma política maior, geladeiras e outras coisa precisaram ser desligadas”.

Na quinta-feira (22) parte do prédio da Santa Casa chegou a ficar sem energia elétrica por cerca de 30 minutos. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, não faltou energia no CTI (Centro de Terapia Intensiva), pronto-socorro, escadarias, ProntoMed e centro cirúrgico, locais onde o gerador é acionado.

Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


Bom Dia precisei da Santa Casa em dois acidentes sérios que aconteceu comigo o primeiro quando Queimei minha mão direita foi queimadura de terceiro grau,trabalhava numa Lavanderia e minha mão entrou na Calambra Industrial fui muito bem atendida pela Equipe da Santa Casa desde da cozinha , enfermeiros e um excelente Cirurgião Plastico,Dr Gabriel Rahal Costa onde me tratou humanamente mesmo sendo paciente do SUS, este acidente aconteceu em Novembro de 2011,e em 2012 sofri outro Acidente desta vez caseiro e novamente precisei da Santa Casa os Anjos do Corpo de Bombeiros me levarão até lá,e fui muito bem atendida eu cai do telhado Fraturei o Ombro deu Luxação e saiu do lugar foi Cirurgico e novamente outro Anjo Dr Davi Calixto Pires que fez minha cirurgia este acidente aconteceu 14/11/2012.
 
Ana Lucia Rodrigues Sol em 29/11/2012 08:33:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions