A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

21/09/2015 18:54

Sem recursos, Prefeitura espera doação da Conab e dos pais para merenda

Flavio Paes
Prefeitura ainda não conseguiu normalizar o estoque de merenda (Foto:Arquivo)Prefeitura ainda não conseguiu normalizar o estoque de merenda (Foto:Arquivo)

 A Prefeitura de Campo Grande ainda não conseguiu garantir o abastecimento das escolas e centros de educação infantil que continuam com dificuldades para fornecer a merenda escolar com todos os itens previstos no cardápio  proposto pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar.  Dois dias depois de assumir o cargo, no último dia 28 de agosto , o prefeito Alcides Bernal chegou a anunciar que o problema do desabastecimento estaria resolvido em uma semana.

Os fornecedores suspenderam a entrega da maioria dos itens porque não recebem, alguns desde o início do ano. É o caso da Cooperativa Agrícola de Campo Grande, que venceu a chamada pública para entregar ao longo do ano, R$ 1,5 milhão em produtos da agricultura familiar (frutas, verduras e legumes).

Enquanto negocia a dívida com os fornecedores, Bernal  se reuniu  com diretoras de Centros de Educação Infantil e as aconselhou  a aceitar doações da comunidade (até que a situação se normalize).  Ele pretende providenciar a remoção para os depósitos da Superintendência de Alimentação Escolar, de 242 toneladas de feijão, produção da safra de 2014 de pequenos agricultores. Todo este feijão, suficiente para atender a necessidades dos CEINFS por 90 dias, foi doado em julho pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento). Outros 68 municípios também foram contemplados, com a divisão ,sendo feita na base de 0,20 gramas de feijão por refeição oferecida na rede pública de cada municípios

O desabastecimento afeta a maioria das escolas, onde o cardápio é mais restrito, mas compromete principalmente os centros de educação infantil onde são oferecidas às crianças duas refeições (almoço e jantar),além de dois lanches (pela manhã e a tarde).

Em alguns centros de educação infantil, como o Zacarias Vieira de Andrade (no Jardim Sayonara), como só há feijão e óleo, a direção do CEINF tem procurado alternativas junto à comunidade, pedindo a colaboração dos pais ou fazendo promoções para arrecadar alimentos.

No Centro de Educação Infantil Zacarias Vieira de Andrade, Bairro Vieira, o presidente da Associação de Pais e Mestres, Fábio Luiz Godda, protocolou na 27ª Vara da Infância e Juventude , o pedido para o Judiciário intervir junto ao município para resolver a situação. Há dua semanas os pais fizeram uma “vaquinha”, juntaram R$ 270,00 e conseguiram frutas, verdura e frango para reforçar o cardápio das refeiçoes.

Do orçamento da merenda deste ano (R$ 16 milhões), a parcela do Governo Federal (R$ 10 milhões) já teria sido comprometido, enquanto, o município teria aplicado pouco mais de R$ 2,5 milhões da sua partiipação. Em média, cada refeição custa R$ 2,50, a União entra com R$ 0,50, enquanto o município teria de complementar com os R$ 2,00, mas neste ano, ainda não feito este desembolso.

Em nota divulgada nesta segunda-feira, a atual administração, , se limita a apontar, de forma genérica os problemas que herdou na questão da merenda escolar. “Após levantamento, descobrimos que praticamente não há estoque de alimentos, assim como não há saldo financeiro suficiente para a compra de novos gêneros alimentícios que supram as necessidades das crianças até o final do ano. Outra descoberta terrível foi uma grande quantidade de alimentos com data de validade vencida, que deverão ser descartados, conforme determinação da vigilância sanitária”, numa alusão a uma tonelada de carne com prazo de consumo vencido, encontrado nas câmeras frigoríficas da Superintendência de Abastecimento Escolar.

Ainda conforme a nota, as dívidas com os fornecedores estão sendo renegociadas porque teria sido constatados preços superfaturados. “A equipe da educação está mapeando os estoques em escolas e Ceinfs e reorganizado a sua distribuição”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions