A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

02/05/2011 09:07

Sindicalistas brigam e impedem criação do Sindeepres em Campo Grande

Fabiano Arruda e Ítalo Milhomem

Assembleia convocatória nesta manhã criaria o novo sindicato

Manifestantes protestam: criação do Sindeepres afetaria outros já existentes. (Foto: João Garrigó)Manifestantes protestam: criação do Sindeepres afetaria outros já existentes. (Foto: João Garrigó)

Integrantes da CUT (Central Única dos Trabalhadores) e outros sindicatos estiveram hoje pela manhã, em num escritório de advocacia que fica na Via Morena, em Campo Grande, na assembleia convocatória para a criação do Sindideepres. Com protestos e até briga, eles impediram a realização da assembleia nesta manhã e a criação do novo sindicato.

A indignação dos sindicalistas ocorre sob o argumento de que a criação do Sindeepres afetaria outros sindicatos já existentes. Policiais militares monitoraram o local para evitar maiores problemas, mas não tiveram que intervir.

O novo sindicato foi idealizado para representar as categorias de empregados em empresas de prestação de serviços a terceiros, colocação e administração de mão-de-obra, trabalhadores temporários, leituras de medidores e entrega de avisos do Estado de Mato Grosso do Sul.

O presidente do Sinergia, que representa os terceirizados, como leituristas, que trabalham para a Enersul, Elvio Marcos Vargas, engrossou o protesto, além de diversos representantes da CUT (Central Única dos Trabalhadores), que chiaram em desaprovação.

Já Laércio Santos, integrante da comissão organizadora do Sindeepres, que organizava a assembleia, avisou que o assunto vai virar briga judicial.

Ele justificou dizendo que o novo sindicato quer representar a categoria dos terceirizados, pois a categoria “não está contente com a representação dos sindicatos já existentes”.

No centro do protesto, Laércio justificou que também é trabalhador: atua no setor de manutenção, porém, não quis dizer em que empresa e tipo de serviço.

Homem de 30 anos é esfaqueado e fica em estado grave
Bartolomeu Gomes de Araújo Barbosa, 30 anos, ficou gravemente ferido após ser atingido a golpes de faca no abdômen, na noite de ontem (12), na Rua Bo...
Após documento vazar, Sesau diz que hemogramas não foram suspensos
A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) afirmou que os hemogramas continuam sendo feitos na rede pública de saúde de Campo Grande. A informação inici...


favor desconsiderar o e-mail anterior e considerar esse....

Caro Laércio, da comissão Pró-Fundação do Sindeepres-MS e companheiros leitores, bom dia!!! primeiramente os trabalhadores das empresas terceirizadas que você quer fundar Sindicato, já são representados por vários sindicatos, tanto da CUT quanto de outras centrais sindicais, e o que você estava tentando fazer é invasão de base. Com relação aos benefícios por você citado, é lamentável e revoltante quando deparamos com pessoas que se diz sindicalistas defenderem esses tipos de benefícios como colônia de férias na praia, convênios, etc, como bandeira.. Essas políticas assistencialistas são típicas de sindicatos que não tem compromisso de luta com os trabalhadores. O Sinergia-MS, filiado a CUT, que representa os eletricitários, tantos os primários quanto os terceirizados faz uma luta incansável, inclusive com denúncias no MPT, contra a PRECARIZAÇÃO advinda da terceirização indiscriminada no setor elétrico que tem levado muitos trabalhadores à morte ou a mutilação (somente nesse ano morreram 03 trabalhadores em MS. Isso é trabalho de Sindicato, agora além desse trabalho que é nossa principal bandeira, pudemos também fazer o nosso humilde campinho de futebol que no futuro será um grande clube do trabalhador, mas nossa prioridade é e sempre será a LUTA pela melhoria das condições de trabalho de TODOS os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. Quanto a CUT, prefiro repassar o endereço eletrônico (http://www.cut.org.br) da central para que você e os demais leitores observem que a central está comprometida e envolvida com VÁRIAS lutas dos trabalhadores e dos movimentos sociais pelo país. Abç. Elvio Marcos Vargas, Presidente do Sinergia-MS.
 
Elvio Marcos Vargas em 03/05/2011 11:26:13
TRABALHO COM SERVIÇO TERCEIRIZADO EU ACHO UMA VERGONHA ESTES SINDICALISTAS BRIGAREM POR UM UM ALGO QUE NÃO É FEITO, ESTÃO É PREOCUPADOS EM PERDER A ARRECADAÇÃO DO BENEFICIO PARA O CONCORRENTE, PROMESSA DE REPRESENTAREM OS TRABALHADORES JÁ EXISTE, MAS FICA SÓ NO PAPEL POIS ÁREA DE LAZER É PESSIMA NO ESTADO, PAGAR AGENTE PAGA, MAS POR ALGO QUE NÃO TEMOS. COMO DISSE O ''AMIGO ANTERIOR'' SÓ UM HUMILDE CAMPINHO... SE HÁ MESMO UM SINDICATO COMO ESSE QUE QUER ABRIR E NOS DAR VARIOS BENEFICIOS FORA A BRIGA POR MELHORES SALARIOS, EU APOIO POIS É ISSO QUE PRECISAMOS, PARA FAZER VALER O QUE INVESTIMOS, NADA ALÉM DE NOSSOS DEVIDOS DIREITOS SINDICAIS, PARA UMA VIDA COM UM POUCO MAIS DE QUALIDADE.
 
GILMAR ORTIZ em 03/05/2011 08:10:20
Elvio e demais leitores, veja como a falta de diálogo, a falta de mecanismos democraticos, e quando o respeito e vontade popular não são se quer minimamente respeitados, leva a um embate desnecessário. Você acha correto o que vocês e seus companheiros da CUT fizeram com centenas de trabalhadores que estavam do lado de fora esperando e a caminho para votar a favor da criação do Sindicato dos Terceirizados e foram enxotados, desrespeitados, humilhados, ofendidos, ameaçados entre outras ofensas pessoais que contribuiram somente para a categoria ficar mais revoltada ainda. Como você pode falar que estamos criando um Sindicato encima da base de vocês, sem se quer termos sido procurados por uma das pessoas que intimidaram, ameaçaram e queriam quebrar tudo na AGF (Assembléia Geral de Fundação) Esse é o caminho ? o da Destruição ? o do desrespeito ? Vocês deram muita sorte, porque as pessoas que não querem que vocês representem mais eles não são baderneiros, não entram na casa dos outros quebrando e invadindo como vocês o fizeram. Caso seja esta forma que a CUT esta representando o seu Sindicato, procure outra Central, aprender com o nosso Ex-Presidente Lula não é feio, aprender a dialogar, aprender o caminho da democracia e principalmente respeitar o direito e vontade dos outros.

Mais tudo bem. O tempo é o Sr. da Razão.

Abraços a todos.

Laércio Santos - Comissão Pró-Fundação do Sindeepres-MS
 
Laercio Santos em 03/05/2011 07:52:57
Se cada um que não concordasse com a gestão de seu sindicato fundasse uma entidade própria, seria vergonhoso sim... ver sindicato com 4 filiados, ou menos apenas prá atender uma minoria raivosa e antidemocrática... se organizem e tomem a direção do sindicato que não trabalha pela categoria, esse é o caminho !!!

Desconto de um dia de salário é CONSTITUCIONAL, não se questiona ! Ironia é que os sindicalizados pagam suas mensalidades e os não sindicalizados são beneficiados pelos acordos coletivos (benefícios, aumentos salariais, etc...

Excetuando a antiga CGT, as demais são todas filhotes da CUT, são lideranças formadas em seu interior numa época em que a ditadura batia nos sindicalistas, falar dessa Central Sindical que mudou as relações de trabalho no país é mero oportunismo de quem quer ganhar espaço sem trabalhar...

Por fim, fui sindicalista, respeitado, e líder de minha categoria, participei da CUT, discordo de muita coisa atualmente, mas entendo que a democracia existe para que possamos participar, debater, divergir, e aprimorar... mas pior que ela são as ditaduras !!! Elas... nunca mais !!!!!
 
Luiz Antonio em 02/05/2011 12:55:02
Caro nilson franco de oliveira, a sindicalização não é obrigatória. Obrigatório é que os sindicatos não obriguem ninguém a filiar-se a eles!
Portanto, se o seu sindicato diz que você é obrigado a se filiar e, como se não bastasse, ainda lhe obriga a pagar alguma coisa, ele está mentindo. Não pague nada e nem se filie, caso você não queira. Se a pressão persistir, denuncie o sindicato ao Ministério Público do Trabalho.
 
André Souza em 02/05/2011 12:11:03
Tem que acabar com a obrigatoriedade de ser sindicalizado,não digo todos, mas muitos sindicatos fazem pressão no setor patronal somente com o objetivo de receber o cala boca, recentemente nós vimos o pessoal da justiça perder o direito de optar se aceita ou não ser sindicalizado,sendo a contribuição descontada mesmo sem autorização.Isso é um absurdo, nossa constituição não vale nada mesmo,ninguém respeita os direitos assegurados ao cidadão.
 
nilson franco de oliveira em 02/05/2011 10:48:22
É LAMENTAVEL ESTE POVO DA CUT QUE SE DIZ CENTRAL UNICA DOS TRABALHADORES. AI EU PERGUNTA ONDE ESTAVA A CUT ONTEM DIA INTERNACIONAL DOS TRABALHADORES? NO MINIMO SE ORGANIZANDO PRAR FAZER ESTE TIPO DE COISA VANDALISMO AS OUTRAS CENTRAIS ESTAVAM NA PRAÇA FAZENDO FESTA AO TRABALHAOR QUE PENA QUE CHOVEU MUITO SE NAO TERIAMOS MUITA GENTE MAIS VALEU O TRABALHO DAS CENTRAIS SINDICAIS SERIAS NESTE ESTADO COMO : NOVA CENTRAL SINDICAL DOS TRABALHADORES, FORÇA SINDICAL, CGTB, UGT,CTB ISSO SIM É TRABALHO DE BASE APRENDA POVO DA CUT VERGONHA NACIONAL. LEMBRANDO AOS TRABALHADORES A CUT E CONTRA TODOS OS DIREITOS JA CONQUISTADOS PELO TRABALHOR E AQUELES VAO QUE AINDA VAMOS CONQUISTAR INFELIZMENTE ESTE POVO AINDA ESTA DENEGRINDO A IMAGEM DOS SINDICALISTAS SERIOS DE BOM CARATER.
 
jose carlos em 02/05/2011 10:25:10
sera que esses sindicalistas estão pensando mesmo nos trabalhadores ousó pensam no dinheiro dos trabalhadores nós trabalhadores estamos cheios de ver sindicalistas que só trabalha a favor dos patrões.
 
josé roberto em 02/05/2011 10:23:15
esse da frente ai e o aldo paraguaio, grande centro avante do time do radio clube.rsrsrs.trabalhando cedo em paraguai.
 
luiz fernandes em 02/05/2011 09:22:09
Queriamos dar um Presente aos trabalhadores no dia 1º de maio, a fundação de um novo Sindicato o SINDEEPRES-MS, Sindicato este que iria beneficiar e representar a classe de trabalhadores das empresas terceirizadas, com beneficios de variariam desde uma colonia de férias no campo e na praia, passando por Cursos de Aperfeiçoamento e Profissionalizantes, convênios com farmacias, Faculdades, Cooperativas de Credito e consumo, planos de saúde muito mais em conta e principalmente uma luta incansável contra os patrões por melhores salários. O Sinergia por exemplo, sindicato que diz representar os leituristas está sem a representatividade sindical em Brasilia, e claro oferece um Campinho de Futebol para seus pseudoassociados, É ISSO QUE A CUT QUER PARA OS TRABALHADORES..... Laércio Santos (Comissão Pró-Fundação do SINDEEPRES-MS) a luta não terminou, vamos para a justiça, aliás, está apenas começando e sem quebra-quebra, pelo menos por nossa parte.
 
Laercio Santos em 02/05/2011 08:45:30
O dia em que a constitução não obrigar mais o brasileiro a "dar" uma graninha para
essa turma, a briga acaba, ninguem mais vai querer defender mais o trabalhador.
São todos uns "dorminhocos!"
 
paulo viegas em 02/05/2011 02:21:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions