ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Som alto pode ter causado briga que fez homem balear o vizinho

Após o crime, o autor dos disparos identificado apenas como Júnior fugiu e ainda não foi localizado

Por Viviane Oliveira | 29/03/2021 10:34


Bombeiros socorrendo a vítima para a Santa Casa do município (Foto: Kisie Aionã) 
Bombeiros socorrendo a vítima para a Santa Casa do município (Foto: Kisie Aionã)

Dias antes, o homem de 30 anos que foi baleado com dois tiros no Jardim Aero Rancho, na Rua Volta Redonda, por volta das 15h30 de ontem (28), havia discutido com o suspeito por causa de perturbação de sossego, som alto. O autor dos disparos, conhecido como Júnior, ainda não foi localizado. Segundo testemunhas, ele é careca e tem tatuagem no braço.

A vítima foi socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) à Santa Casa, onde deu entrada às 16h52 deste domingo. Ele está com uso de dreno de tórax e programação cirúrgica pela ortopedia para correção de fratura no antebraço. O paciente, segundo a assessoria de imprensa da unidade, está consciente, orientado e estável.

Conforme boletim de ocorrência, a esposa da vítima, de 39 anos, contou que o marido e o autor haviam discutido dias atrás por causa de por som alto. Não foi detalhado o fato. Os policiais foram até a casa do suspeito, na região, mas ninguém foi localizado.

Caso - Mesmo ferido, o homem conseguiu correr por uma quadra, até a Rua Rubro Negro, que fica atrás da casa dele. Pedindo socorro, acabou caindo em frente a uma residência e os proprietários do imóvel acionaram socorro. Vizinhos da Rua Volta Redonda, onde a vítima foi baleada, disseram que escutaram os tiros, mas pensaram que fossem "bombinhas".

Eles contam que depois de atirar, o criminoso saiu atrás da vítima gritando com a arma e duas facas nas mãos: "Já fiz o serviço, tô procurando ele para finalizar".Quando viu a movimentação na rua, o suspeito fugiu a pé. O caso segue sob investigação da delegacia da área.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário