A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

15/12/2012 08:40

Suspeito de estupro é atropelado e esfaqueado no Rita Vieira

Francisco Júnior

Um rapaz de 27 anos foi atropelado e esfaqueado por volta das 4h40 deste sábado, na avenida Interlagos, no bairro Rita Vieira, em Campo Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência, dois homens acusaram a vítima de ter estuprado uma criança e para se vingarem passaram com o veículo sobre o pescoço do rapaz.

A vítima ainda tentou escapar, mas foi perseguida e esfaqueada pela dupla, que só parou as agressões depois que se formou um tumulto no local.

O rapaz foi resgatado por uma equipe do Corpo de Bombeiros e levado para a Santa Casa.

Os autores das agressões não foram identificados pela Polícia.



a população esta indgnada com a falta de um lei mais severa por iso resulta neste tipo de reação q realmentenao é a certa mas penso ser o institinto de defesa da familia q existe dentro de todos nós, vai mecher com alguem proximo pra vc ver como se muda de opiniao rapidinho.
 
Marcelo nogueira em 16/12/2012 07:12:16
Cara Rosimeire Santos...acredito que vc nao tenha filhos...porque se tivesse com certeza nao pensaria assim., e se pensar me indigna ainda acreditar que nossa justiça irá fazer alguma coisa. O que esses dois fizeram foi muito bem feito, pq se algum monstro tivesse feito isso com algum filho meu...eu faria bem pior. Parabéns à essas pessoas que teve a coragem de fazer com a propria mão. Esta na hora da nossa lei ser mais severa com esse tipo de crime, mas enquanto isso nao acontece...faremos com nossa propria mao mesmo.
 
Vanessa Francini de Almeida em 15/12/2012 19:38:37
Um agressão não justifica outra, mas bem feito, quando se aproveitam de inocentes.
 
CINTIA DUTRA em 15/12/2012 14:16:53
BEM FEITO!!
 
CARLOS EDUARDO em 15/12/2012 11:30:11
se a lei fosse mais dura para esse tipo de delito não teria justiça com as próprias mãos, está na hora de rever a constituição brasileira.
 
marli almeida em 15/12/2012 10:52:02
Onde vamos parar com tanta violência?Um crime não justifica o outro,se esse rapaz de fato cometeu crime de estupro,podiam tê-lo prendido até a chegada da polícia que esta sim,é apta para conduzir situação dessa natureza,não dois civis,que simplismente não fizeram justiça e sim uma barbárie,o que os fez iguais ou piores que o rapaz acusado do suposto estupro...Essa gente vive querendo é disseminar violência e quando surge um pretexto,agem como verdadeiros monstros,que horror!
 
Rosimeire Santos em 15/12/2012 08:54:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions