A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/06/2014 11:39

Suspensão de tombamento garante 800 vagas de estacionamento em via

Aline dos Santos
Proposta para tombar canteiro central vem desde 2009. (Foto: Cleber Gellio)Proposta para tombar canteiro central vem desde 2009. (Foto: Cleber Gellio)

O tombamento do canteiro central da avenida Afonso Pena foi suspenso pela Prefeitura a pedido da ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande). Os empresários relataram ontem ao prefeito Gilmar Olarte (PP) que a construção de corredores de ônibus nos canteiros centrais reduziria cerca de 800 vagas de estacionamento na via.

Presidente da associação, João Carlos Polidoro afirma que a classe empresarial não é contrária ao tombamento das árvores da avenida e sim à totalidade do canteiro. “O prefeito já se mostrou sensível à causa e compartilha de nossa opinião. Não podemos sacrificar ainda mais os empresários do Centro,” diz.

A falta de vagas foi bastante discutida com o prefeito. “Vemos que a padronização aplicada na Dom Aquino, proposta por administração anterior, provocou a morte de vários estabelecimentos no local. Basta passar pela rua para ver placas de vende-se e aluga-se”, relata o presidente do Conselho Comunitário de Segurança da Região Central, Adeilaido Luiz Spinosa Vila.

Conforme a entidade, o prefeito citou que possui um modelo de estacionamento subterrâneo, que está em fase de análise. A proposta da ACICG é que empresários e trabalhadores do comércio utilizem o estacionamento da Feira Central. A Prefeitura criaria uma linha de transporte para levar ao centro quem fizesse uso da nova área.

O edital de tombamento foi publicado pela Fundac (Fundação Municipal de Cultura) em julho do ano passado, mas o documento não foi homologado pelo prefeito. O processo foi proposto pelo MPE (Ministério Público Estadual) em 2009 para evitar que a Prefeitura transformasse o canteiro em faixas de rolamento ou em caminho para ônibus, por meio do sistema VLP (Veículo Leve sobre Pneu).

Apesar de ser a via mais representativa de Campo Grande, com diversos pontos históricos, como o Círculo Militar, a Igreja Perpétuo Socorro e a Morada dos Baís, o pedido de tombamento enfoca a preservação das áreas verdes do canteiro.

Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


O que? Deixem o verde dos canteiros em paz. A Afonso Pena não apresenta problema algum. Situação de abandono que preocupa é em casos como a da Calógeras.

As soluções da Prefeitura são impraticáveis, quanto cai custar, primeiro para fazer os estacionamentos subterrâneos, depois para mantê-los. E a segurança nos locais? E o transporte dos funcionários e dos clientes, quanto custará?

Deveriam incentivar os particulares a abrirem estacionamentos, é mais prático, rápido e barato para o Município.
 
Guilherme Arakaki em 07/07/2014 15:16:39
Esses empresários só pensam neles e não estão nem ai pra cidade, devemos fazer uma corrente de apoio ao tombamento dos canteiros da Afonso Pena sim, ou vocês querem que as arvores sejam arrancadas pra dar lugar a corredor de ônibus.
Temos que parabenizar o ex-prefeito Nelson que revitalizou os canteiros e tirou aqueles dogueiros que deixavam o centro da cidade horrível.
 
Marcos Wild em 24/06/2014 20:38:16
Minha nossa, que ótimo!!!! Nosso prefeito vai começar a pensar, já fazia uns 20 anos que Campo Grande não tinha um prefeito pensante, que bom!!!!
Parabens ao pessoal da ACICG por esta vitoria, é tão dificil fazer com que um prefeito escute um pouco o que as outras pessoas falam, geralmente eles entram no cargo com a certeza de que já sabem tudo o que precisa e que o que os outros vierem falar vai ser só besteira. PARABÉNS DE VERDADE, agora só falta a Julio de Castilho, MÃO UNICA PREFEITO, outra rua de comercio atras da Julio, não só voce resolveria o problema das vagas para a população ir ao comercio da Julio de Castilho como voce criaria uma outra rua de comércio forte no bairro.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 24/06/2014 17:15:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions