A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

26/07/2015 10:30

Traficante de 18 anos é presa após ser flagrada com cocaína no Nova Lima

Liana Feitosa

Uma jovem de 18 anos foi presa por tráfico de drogas e falsificação de documento no bairro Nova Lima depois de tentar fugir de abordagem policial na rua Jerônimo de Albuquerque por volta das 17h30 da tarde deste sábado (25).

Segundo o delegado que acompanha o caso, Messias Pires, a família da traficante, Thaís Guerra Faria, tem histórico de envolvimento com tráfico de drogas. Inclusive, a mãe dela já presa pela prática do crime.

Para as vendas de droga, Thaís usava um veículo Nissan March, de cor branca, novo. Segundo ela, o veículo, que pode valer até R$ 45 mil, foi presente da mãe, mas tudo indica que também é fruto do lucro com a venda de entorpecente.

"Apesar da pouca idade dela, a situação se explica porque a família tem envolvimento com tráfico. Eles, inclusive, têm advogado, conhecido por sinal, acompanhando e cuidando de tudo", explicou o delegado.

Caso - De acordo com o registro policial, tudo começou quando o Nissan March da traficante foi visto parado em um local do bairro e, em atitude suspeita, uma sacola suspeita foi entregue para outro carro, um Ford Monza de cor preta.

A polícia tentou abordar a condutora do Nissan, dando ordem de parada com uso de luz intermitente e sirene. No entanto, a ordem foi ignorada e ela fugiu. No caminho, Thaís jogou pela janela do carro uma sacola plástica, mas, metros à frente, decidiu parar o veículo, quando finalmente foi abordada.

Durante vistoria no veículo, foram encontrados R$ 48, um documento CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo) de uma motocicleta Honda CB300, uma carteira de identidade do Paraguai, além de um extrato bancário e um comprovante de depósito em nome de outras duas pessoas.

Sacola - No local onde Thaís descartou a sacola foram encontradas 9 porções de pasta base de cocaína. Ela também confessou que, na sacola entregue ao veículo Monza, também havia cocaína. Ela não soube dizer o nome do indivíduo que recebeu, nem como encontrá-lo.

Depois de confessar que havia mais droga na casa dela, os policiais foram até o local e, no quarto da jovem, dentro de uma sapateira, foi encontrado um tablete de substância análoga à pasta base de cocaína.

Também foram encontradas duas balanças de precisão, uma faca contendo resquícios de cocaína e pouco mais de R$ 8 mil. Nos fundos da residência, dentro de um tubo plástico, outros dois tabletes de pasta base de cocaína foram localizados.

Ela disse à polícia que toda semana compra drogas de um homem identificado apenas como "Véio" e que faz o pagamento em dinheiro.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro como tráfico de drogas, com agravante de falsificação de documentos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions