ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  03    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Trio abre fogo contra tabacaria e abandona carro blindado durante fuga

Suspeitos fugiram da Guarda Municipal em alta velocidade e na contramão

Por Clayton Neves e Mirian Machado | 28/05/2022 08:09
Cápsula de tiro podia ser vista na calçada na manhã de hoje. (Foto: Kísie Ainoã)
Cápsula de tiro podia ser vista na calçada na manhã de hoje. (Foto: Kísie Ainoã)

Três homens estão sendo procurados pela polícia por confusão criada na madrugada deste sábado (28), em Campo Grande. Depois de arrumarem briga com um militar de 22 anos, que estava em uma tabacaria, o grupo atirou diversas vezes na direção do estabelecimento e abandonou um carro blindado enquanto fugiam de viatura da Guarda Municipal.

No chão, estilhaços da porta de vidro quebrada por tiro. (Foto: Kísie Ainoã)
No chão, estilhaços da porta de vidro quebrada por tiro. (Foto: Kísie Ainoã)

À polícia, testemunhas disseram que os suspeitos estavam na casa noturna, localizada na Rua Euclides da Cunha, na região do Centro. Eles discutiram com o militar e chegaram a afirmar que pertenciam ao "comando de Ponta Porã". Após a briga, saíram do estabelecimento. Pouco depois, o trio voltou, desta vez, armado com uma pistola.

Vários tiros foram dados na direção da tabacaria e, por sorte, ninguém foi atingido. Depois dos disparos, os atiradores fugiram em um Chevrolet Cruze. Na região da Rua 14 de Julho, equipe da Guarda Municipal flagrou os suspeitos em alta velocidade e na contramão.

Em vários locais da entrada, marcas dos disparos ficaram aparentes. (Foto:Kísie Ainoã)
Em vários locais da entrada, marcas dos disparos ficaram aparentes. (Foto:Kísie Ainoã)

Ordem de parada foi dada, mas os criminosos fizeram uma manobra arriscada e fugiram. Eles foram perseguidos, mas conseguiram escapar. Momentos depois, o automóvel que usava foi encontrado abandonado na área da antiga rodoviária.

Em vistoria, os agentes descobriram que o veículo é blindado e existe a suspeita de que seja um carro clonado. Documentos encontrados indicam que os criminosos são de Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai.

O Cruze foi apreendido e levado para a delegacia. Os envolvidos já foram identificados e estão sendo procurados. A entrada da tabacaria foi danificada e uma porta de vidro destruída. O proprietário não quis falar com a imprensa.

Nos siga no Google Notícias