ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 10º

Capital

Velório de Ricardo Trad será no Fórum da Capital e vai começar às 22h

Por Nyelder Rodrigues | 31/01/2017 21:30
Ricardo Trad era uma das principais referências do Direito em Mato Grosso do Sul (Foto: Reprodução/Facebook)
Ricardo Trad era uma das principais referências do Direito em Mato Grosso do Sul (Foto: Reprodução/Facebook)

O advogado criminalista Ricardo Trad, que morreu nesta terça-feira (31), será velado a partir das 22h no Tribunal do Júri, que fica no Fórum da Campo Grande - entrada pela rua da Paz, quase esquina com a rua 25 de Dezembro.

O velório irá durar toda a madrugada e, com o decorrer do dia, irá ser definido o horário e os trâmites para a realização do sepultamento do advogado, que acontecerá no cemitério Parque das Primaveras.

No Facebook, o prefeito da Capital, Marquinhos Trad (PSD), sobrinho de Ricardo, lamentou a morte. "Com imensa dor, quero externar meu profundo sentimento, juntamente com minha esposa e filhas, diante do falecimento de meu tio, Ricardo Trad. Homem exemplar que sempre honrou nossa terra. Que Deus o abrace na sua eterna sabedoria".

Outro que também lamentou a morte de Ricardo foi o presidente da seccional sul-mato-grossense da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Mansour Karmouche. "O Ricardo foi um ícone do Tribunal do Júri, advogado com reconhecimento nacional e que ombriou com grande nomes, participou de júris polêmicos e se notabilizou pela defesa das liberdades".

Além disso, Mansour relembrou toda a contribuição de Ricardo Trad à Ordem dos Advogados em Mato Grosso do Sul, fazendo parte da história da mesma. "Para nós é uma perda irreparável, uma pessoa da magnitude dele. Estamos muito entristecidos", frisa.

Histórico - Ricardo Trad tinha 74 anos morreu nesta tarde após oito dias internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Proncor, em Campo Grande. Ele sofreu um aneurisma na aorta abdominal.

Formado em Direito em 1968 pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Ricardo Trad é uma referência do Direito Criminal em Mato Grosso do Sul. Além disso, ele foi secretário estadual de Indústria e Comércio durante o governo de Pedro Pedrossian, nos anos de 1970, ainda pelo então Mato Grosso. Na época, ele tinha 24 anos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário