A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

01/07/2013 19:16

Vídeo mostra ação de funcionário em assalto a Posto de Combustíveis

Evelyn Souza
Bandidos estão foragidos. (Foto: Reprodução/TV MSRecord)Bandidos estão foragidos. (Foto: Reprodução/TV MSRecord)

Imagens das câmeras de segurança do Posto de Combustíveis que foi assaltado na madrugada dessa segunda-feira (01), registraram toda a ação dos bandidos e comprovaram o envolvimento de um funcionário. 

O caso foi registrado por volta das 4h15, no anel viário, no Jardim Itamaracá, em Campo Grande.

Os bandidos chegaram em uma motocicleta e em seguida renderam os funcionários. Armados, eles agrediram um frentista e chutaram o motorista de um caminhão que estava abastecendo o veículo no momento do roubo.

Logo em seguida, aparece a imagem que chamou a atenção da Polícia. Um dos bandidos entra no caixa, rouba o dinheiro e finge que agride o responsável pelo caixa. Depois da falsa agressão, o funcionário ainda alerta o assaltante para que ele volte e busque o celular que estava em cima do balcão.

A ação durou cerca de 2 minutos e a dupla fugiu levando R$ 28 mil. 

O funcionário Ismael César dos Santos, 25 anos, foi preso logo após o crime. Ele confessou que forneceu informações para os assaltantes. Ele trabalhava no local há oito meses como frentista e estava fazendo teste para se tornar caixa. 

O crime segundo a Polícia, foi encomendado de dentro do Presídio de Segurança Máxima da Capital. O mandante foi Cleber Antonio Capecci, 33 anos, que está preso por tráfico de drogas. 

No momento da prisão, Ismael disse que só aceitou participar do roubo porque estava sendo ameaçado por Cleber. Ele devia uma espécie de "favor" porque teria se envolvido com a mulher do presidiário.

Edmilson Pereira Costa, 36 anos, também foi preso. Segundo a Polícia, ele prestava serviço para o Cleber e foi quem apresentou os assaltantes ao funcionário do posto.

Edmilson foi encontrado na casa de Josiane da Silva Pereira, 19 anos, e de Flávio Rodrigues de Souza, 23 anos, onde funciona uma boca de fumo. A mulher disse aos policiais que recebia R$ 50 por dia para guardar as drogas de Edmilson. Os dois também foram presos.

A dupla de assaltantes não foi encontrada, mas a placa da motocicleta foi identificado pelas filmagens.

Hoje durante a tarde, o proprietário do Posto e o funcionário que foi agredido prestaram depoimento na delegacia.

O caso é investigado pela Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos).

Assista ao vídeo: 



É um absurdo, além de roubarem, ainda humilham e batem nas pessoas. Te que cassar os Direitos Humanos destes caras que usam de violência.
 
Placida Barros em 02/07/2013 08:53:52
A Polícia mais uma vez está de parabéns pela rapidez na descoberta dos culpados, mas não adianta a Polícia trabalhar bem e não haver punição severa nos casos. Deputados e Senadores tem que mudar a Lei com urgência para manter retido, quem faz mal a Sociedade, ou até ser extintos conforme a situação do crime.
 
luiz alves em 02/07/2013 07:50:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions