ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 31º

Capital

Vítima de incêndio morre quase três horas depois de ser socorrida

Mãe da mulher que também teve queimaduras, está internada no CTI

Por Renata Volpe Haddad e Graziella Almeida | 21/01/2017 08:37
Casa ficou completamente destruída após pegar fogo. (Foto: Alcides Neto)
Casa ficou completamente destruída após pegar fogo. (Foto: Alcides Neto)

Jéssica Gomes Batista, 34, morreu por volta de 20h20 de ontem (20) vítima das queimaduras de terceiro grau que sofreu, após a casa em que morava pegar fogo, por volta das 17h. A mãe dela, Ismaelita Gomes Batista, de 72 anos, que também teve queimaduras, sofreu uma parada cardíaca, foi reanimada e encaminhada ao CTI (Centro de Terapia Intensiva). O estado da idosa é considerado grave.

Mãe e filha sofreram queimaduras de terceiro grau, após a casa em que moravam, localizada na rua XV de novembro, entre a Rui Barbosa e Pedro Celestino, incendiar. Eles estavam dentro da residência quando as chamas começaram. Ainda não se sabe onde o fogo começou e nem os motivos.

Foram vizinhos do local que arrombaram o imóvel, que estava trancado, depois de ver a fumaça saindo pela janela. Aos militares, os moradores informaram que as duas vivem sob atenção de uma cuidadora, que não estava no local na hora do incêndio. Jéssica sofreria de problemas mentais, enquanto a idosa tem mal de Parkinson, segundo testemunhas.

Todos os móveis da residência foram destruídos pelas chamas. (Foto: Alcides Neto)
Todos os móveis da residência foram destruídos pelas chamas. (Foto: Alcides Neto)

As chamas consumiram completamente o forro de madeira do imóvel. Quase todos os móveis da casa, de três cômodos, também foram destruídos pelas chamas, mas o fogo não se alastrou para as moradias vizinhas.

A cuidadora das mulheres, Valmerina Pereira da Rocha, chegou ao local enquanto os bombeiros faziam o rescaldo do incêndio. Visivelmente abalada, não soube explicar o que teria acontecido, mas informou apenas que havia saído por meia hora. Ela afirmou que Jéssica tinha um quadro grave de depressão.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário