A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Fevereiro de 2020

20/01/2020 08:49

Vizinha reclama de abandono e põe fogo em casa que já foi do Papai Noel

“Ela estava fora de si, assumiu que fez, falou que queria dar um susto”, disse Luis Pedro Scalise sobre atitude de vizinha

Anahi Zurutuza e Clayton Neves
Jardim foi destruído pelas chamas (Foto: Henrique Kawaminami)Jardim foi destruído pelas chamas (Foto: Henrique Kawaminami)

Vizinha do escritório do arquiteto Luis Pedro Scalise, moradora da Rua Roberto Perez colocou fogo no imóvel, que ficou parcialmente destruído. A casa, na Rua Roberto Perez, no Jardim dos Estados, em Campo Grande, já abrigou a famosa Casa do Papai Noel, aberta para visitação pela última vez em 2017.

A edição anterior havia sido em 2005 e foram 12 anos de espera até que o arquiteto, conhecido por assinar projeto suntuosos na Capital, decidisse decorar o espaço novamente. Na última vez, ele utilizou alguns dos materiais utilizados são inusitados: Foram 1,5 tonelada de chocolate numa sala, 2,5 mil litros de groselha, 100 kg de pipoca, 100 kg de bala, marshmallow, além dos clássicos do natal como fitas, pinheiros, luzes e muitos lustres.

 

Sala coberta de doces na edição 2017 da Casa do Papai Noel (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Sala coberta de doces na edição 2017 da Casa do Papai Noel (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)
Casa na Rua Roberto Perez teve frente incendiada (Foto: Henrique Kawaminami)Casa na Rua Roberto Perez teve frente incendiada (Foto: Henrique Kawaminami)

A moradora da casa ao lado reclama que há muito tempo, porém, a residência está abandonada e afirmou aos bombeiros, que foram ao local para combater as chamas durante a madrugada, que “não suportava mais tanto mosquitos e escorpiões vindo da residência”.

Luis Pedro nega. Ele afirma que ainda utiliza o local como escritório e que vai ter problemas para receber clientes e tocar projetos em andamento, mas não falou em cobrar a vizinha. Ele contou ainda que foi avisado sobre o incêndio pelo gerente do Grous Bar, a “ninho gigante” localizado na Rua Antônio Mari Coelho cujo projeto também foi assinado pelo arquiteto, que ia embora para casa depois de fechar o estabelecimento.

“Ela estava fora de si, assumiu que fez, falou que queria dar um susto. Tomara que ela se restabeleça e fique bem. Graças a Deus o gerente viu e conseguiu chamar os bombeiros, se não pegaria fogo na casa toda”, contou o Scalise.

No boletim de ocorrência, a equipe da PM (Polícia Militar) acionada para a ocorrência relatou que a mulher aparentava ter consumido álcool. Ele foi levada para prestar esclarecimentos na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) o Centro. Na frente da residência foi recolhido um galão com óleo de cozinha, material que teria sido usado para provocar a chamas.

Hoje, um segurança foi colocado no local e um funcionário do arquiteto espera a chegada da perícia.

Parte do portão ficou queimada e plantas que decoram a frente do local. De um pinheiro, sobrou só o tronco, tamanha a altura das chamas.

Do pinheiro no quintal frontal só sobrou o tronco (Foto: Henrique Kawaminami)Do pinheiro no quintal frontal só sobrou o tronco (Foto: Henrique Kawaminami)
Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions