A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

21/10/2012 11:46

Vizinhos à conveniência onde rapaz foi baleado disseram ter só ouvido os tiros

Paula Maciulevicius
Irmão foi baleado em frente à conveniência, quando foi tirar satisfação com homem que tentou estuprar a irmã. (Foto: Rodrigo Pazinato)Irmão foi baleado em frente à conveniência, quando foi tirar satisfação com homem que tentou estuprar a irmã. (Foto: Rodrigo Pazinato)

A simples conveniência na avenida Atlanta, no Jardim Montevidéu, onde um jovem de 26 anos foi baleado na noite deste sábado, depois de tirar satisfação com um rapaz que tentou estuprar a irmã, estava tranquila, oposto de ontem.

Hoje pela manhã, vizinhos contaram ao Campo Grande News que ouviram apenas os disparos e viram parte da movimentação. Um dos moradores próximo ao local, que preferiu não se identificar, disse que quando ouviu o tiro saiu à frente de casa e viu o tumulto.

“Logo depois veio o socorro e pegou o cara e acabou a confusão”, relatou.

O dono da conveniência, Maxiel Aparecido Martins, 34 anos, relatou que a confusão começou por volta das 20h, pouco antes de ele fechar o comércio. “A menino e o irmão são clientes, o outro rapaz que atirou vi só uma vez”, comentou.

Segundo Maxiel, a irmã saiu do bar e voltou logo em seguida. Falou com o irmão, que de imediato foi tirar satisfação com o rapaz. “Ele deu os tiros ali na frente mesmo”.

A vítima, Paulo Henrique Justino Ozébio, 26 anos, passou por cirurgia para retirar uma das balas. Conforme familiares, os disparos acertaram a face, o abdômen e o braço. O motivo dos disparos foi porque Paulo Henrique partiu para cima do rapaz suspeito de tentar estuprar a irmã da vítima, depois de levá-la para um terreno baldio na rua Monte Serrat, região do bairro Montevidéu.

Segundo registro policial, eles estavam em um grupo bebendo na conveniência quando a mulher que tem 33 anos, saiu com o rapaz de moto até outra conveniência para comprar cigarro.

No meio do trajeto, o motociclista desviou da conveniência e foi até um local que não tinha iluminação pública e nem movimentação de pessoas e veículos. Ali, ele tentou forçar a mulher a manter relações sexuais com ele, mas segundo a Polícia Civil, não houve a consumação do fato e ele a deixou lá.

A mulher vinha embora a pé quando encontrou uma amiga e juntas retornaram à conveniência, onde ela contou para o irmão o que havia acontecido.

Num bate-boca entre os dois, o rapaz sacou a arma e disparou em Paulo Henrique, que foi socorrido pela vizinhança e levado até o posto de saúde do Nova Bahia.

Ele permanece internado na Santa Casa. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions