A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

09/02/2011 17:43

TRT traduz cartilha para alertar indígenas sobre direitos trabalhistas

Aline Queiroz

Conteúdo estará disponível em terena e guarani

Na aldeia Jaguapiru, Daniel lê sobre direitos. (Foto: Divulgação).Na aldeia Jaguapiru, Daniel lê sobre direitos. (Foto: Divulgação).

Cartilha feita pelo TRT (Tribunal Regional do Trabalho) é traduzida para as línguas terena e guarani para que os indígenas conheçam os direitos trabalhistas. Hoje, um dos principais problemas na rotina do órgão são as denúncias de exploração de índios, principalmente, em usinas de álcool.

Os grupos iniciaram o trabalho há um mês e a previsão é de concluir o estudo em três meses.

Equipe terena trabalha na tradução em Campo Grande e outras duas, guarani, em Douradina e Dourados.

O trabalho é coordenado pela antropóloga Katya Vietta e faz parte do projeto Educação Trabalho e Justiça, do TRT.

“É um trabalho muito complexo”, enfatiza Katya. Ela explica que, no primeiro mês do estudo, foi feito levantamento das dificuldades da tradução.

A cartilha original, em português, tem termos jurídicos que não são aplicáveis as línguas terena e guarani.

“Estudamos a melhor forma de levar as informações a esta população, de maneira acessível”, afirma a antropóloga.

A divulgação do material irá depender das particularidades de cada aldeia. Em Dourados, por exemplo, a cartilha deverá ser apresentada diretamente aos indígenas.

Ela revela que em toda aldeia os indígenas trabalham, seja internamente, ou na cidade.

A mão-de-obra dos índios é bastante usada em usinas de cana-de-açúcar e para empreitadas de colheita.

A antropóloga enfatiza que a partir da tradução podem surgir debates relacionados ao tema.

“Os índios têm essência a partir da cultura oral”, destaca.

Outro ponto positivo na criação desta cartilha poderá ser o surgimento de dados referentes ao trabalho de indígenas. Ela afirma não que não existem números de índios que trabalham hoje em Mato Grosso do Sul.

Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...
Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...
STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...


É falta de assunto, eu não conhece indio que fale nossa lingua
 
Roberto Morgato em 10/02/2011 08:34:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions