A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

04/06/2013 09:25

Com R$ 714 milhões emprestados, MS inicia conjunto de obras em julho

Aline dos Santos

Mato Grosso do Sul firmou dois empréstimos, no valor total de R$ 714 milhões, e a previsão é que as obras comecem já no próximo mês. Ao todo, o montante é de R$ 733 milhões, sendo a diferença equivalente à contrapartida do Estado, que será feita também em obras.

Os recursos serão investidos em rodovias, asfalto urbano, construção da sede da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) em Campo Grande, ampliação da universidade em Dourados e construção do Hospital Regional de Três Lagoas.

Nesta terça-feira, o Diário Oficial da União trouxe a celebração dois contratos de empréstimo, ambos assinados em 28 de maio. Os dois têm valor de R$ 357.416.000,00. O primeiro foi firmado com o BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) e o segundo com o Banco do Brasil. O valor de contrapartida total chega a R$ 18,6 milhões.

Conforme a assessoria de imprensa do governo, será pavimentada a rodovia de Aquidauana a Rio Verde e de Campo Grande a Brasilândia. As duas regiões têm terras degradadas e a proposta é investir no cultivo de cana e eucalipto.

Conforme o projeto, serão pavimentados 422 km de rodovias, revitalização de outros 696,4 km e implantação de intercessões e acessos, que vão beneficiar 29 municípios. Estas obras vão gerar 3 mil postos de trabalho.

A UEMS em Campo Grande vai empregar 300 professores universitários atendendo 1,8 mil alunos e 24 mil usuários de serviços de saúde. Já a ampliação da unidade da instituição em Dourados vai abrir vagas para 50 novos profissionais, aumentando a oferta de vagas em mais de 500 estudantes.

Já a construção do Hospital Regional de Três Lagoas vai criar 400 empregos, para atender 250 mil pessoas. A unidade hospitalar deve realizar 7,5 mil internações e 84 mil atendimentos ambulatoriais por ano.

Curso de instrutor de trânsito do Detran oferece 50 vagas na Capital
O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) está com inscrições abertas para o curso de Formação de Instrutor de Trânsito e...
Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...


CONCORDO COM O LUIZ!!! ANO DE ELEIÇAO ANO QUE VEM,TODA E QUALQUER OBRA TEM QUE SER MUITO BEM VISTORIADA PARA NAO FICAR INACABADA,E ACABAR SIM O DINHENIRO AO INVÉS DA OBRA!
 
RAFAEL ALVES em 04/06/2013 16:39:12
Como serão geridos esse dinheiro pois falta um ano para troca nas eleições,e se não for fiscalizado pode ficar obra inacabada e o dinheiro acabar,ficando só a dívida para o futuro governo.Que o povo não deixe isso acontecer.O EMPRÉSTIMO DO GOVERNO É DO POVO ELE É APENAS UM AVALISTA,ENTÃO SAIBA QUE É PARA O POVO E PELO POVO TEM QUE GOVERNAR E NÃO PARA POUCOS INTERESSEIROS.CHEGA REELEIÇÃO SÓ SE MOSTRAR SERVIÇO,NÃO SE ELEGE MAIS PELO NOME CHEGAAAA.
 
Luiz Carlos Santos Messias em 04/06/2013 12:30:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions