A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

10/03/2011 15:20

Trechos da BR-262 e BR-158 estão passando por reparos após chuvas fortes

Paula Vitorino

Tráfegos nos locais está lento e funcionando em meia pista

Água levou parte do asfalto na BR.Água levou parte do asfalto na BR.

Desde quarta-feira (9), estão sendo feitos reparos emergenciais em trechos das rodovias BR-168 e BR-262. De acordo com o Dnit, uma parte do acostamento das rodovias federais desmoronou com as fortes chuvas.

O tráfego nas duas rodovias está lento e sendo monitorado pela PRF (Polícia Rodoviária Federal). O fluxo de veículos é feito em apenas uma pista, nos trechos afetados.

Na BR-158, onde o problema é mais grave, o asfalto cedeu no km 79 - no trecho que liga Paranaíba a Cassilândia. São cerca de 800 metros da rodovia prejudicados.

De acordo com o diretor do Dnit no Estado, Marcelo Miranda, a previsão é de que as obras no local sejam concluídas em até 30 dias, se não chover.

Já na BR-262, os reparos são feitos no km 40, sentido Três Lagoas-Campo Grande. O trecho de acostamento que caiu é de 80 metros e a interdição parcial atinge um quilômetro.

“As chuvas foram fortes, mas não acredito que só elas tenham causado o dano. Técnicos estão no local para verificar se houve algum problema no escoamento de alguma fazenda próxima”, diz Marcelo.

Também deverá ser consertada a canalização do córrego que passa sob a rodovia e que não suportou a vazão durante as chuvas.

A previsão é de que os trabalhos no local sejam concluídos amanhã à tarde, dependendo da incidência de chuva na rodovia.

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...


Veja a espessura do asfaldo, e ainda fica diretamente sobre a terra. Acho que não é necessário grande conhecimento na área pra ver que isso não é certo; nem na garagem de minha casa colocaria uma camada tão fina de asfalto. O "bom" é que com isso semrpe teremos de pagar por reparos, assim como ocorre nas vias urbanas da cidade, onde a cada chuva forte sempre reaparecem os mesmos buracos, "tapados" após a última chuva (além de novos é claro).
 
Gabriel Ramos em 11/03/2011 11:15:26
- Sempre, sempre, sempre... Choveu, desmoronam os mesmos locais...
- Vejo a total incompetência do DNIT na manutenção das rodovias!
- Pela foto nota-se que é um local de passagem de água, igual o do anel viário em Campo Grande e agora na saída, BR 163, indo para Jaraguarí, ambos desmoronaram.

Esse órgão deveria é ser extinto!
Privatização não é a melhor opção, mas resolve o problema.
O povo paga pelo governo que elegeu.
 
Ricardo Ricardo em 11/03/2011 09:26:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions