A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2019

24/10/2018 15:13

Comissária de MS é punida após foto em avião apoiando candidato

Na legenda, a funcionária que postou foto no Facebook escreve “Trip caixa 2 do #Bolsonaro2018” e ainda as hastags “bolsonaropresidente17”, “#aviantion” e “#crewlife”.

Anahi Zurutuza e Marta Ferreira
Foto publicada por comissária em rede social (Foto: Reprodução)Foto publicada por comissária em rede social (Foto: Reprodução)

Comissários de bordo e pilotos da Latam foram punidos pela empresa depois que tiraram foto imitando arma com a mão dentro de uma aeronave, que estava no pátio de um dos aeroportos de São Paulo. Uma das funcionárias é de Campo Grande. Os seis funcionários aparecem uniformizados, à frente das poltronas vazias.

A foto foi postada no Facebook por uma das comissárias que aparece na imagem. Na legenda, ela escreve “Trip caixa 2 do #Bolsonaro2018” e ainda as hashtags “bolsonaropresidente17”, “#aviantion” e “#crewlife”.

O print foi compartilhado pela atriz e apresentadora brasileira Mônica Iozzi no stories, recurso do Instagram e do Facebook que apaga o post em 24 horas.

O Campo Grande News apurou que todos os que aparecem na foto foram punidos. Inicialmente, a informação é de que foram demitidos, mas a empresa, depois de se negar a falar qual tipo de medida foi adotada, informou à reportagem que não houve desligamento.

A Latam, por meio da assessoria de imprensa, informou que a empresa adotaria as “medidas cabíveis”, sem especificar que tipo de providências. A companhia não confirmou os nomes, que serão preservados na reportagem para evitar a exposição dos envolvidos.

“A Latam Airlines Brasil esclarece que conteúdos compartilhados por funcionários em suas redes sociais são particulares e não refletem os valores e princípios da companhia, tampouco qualquer posição partidária”, diz a nota enviada pela empresa.

Por telefone, a comissária que mora em Campo Grande disse que não podia comentar o assunto. “Não posso falar nada sobre isso, só a empresa pode dar qualquer informação”, afirmou.

Outras demissões – A Latam já demitiu funcionários por manifestações semelhantes. Felipe Wilson, funcionário da Latam Airlines que trabalhava no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, foi demitido depois de aparecer em um vídeo constrangendo mulheres na Rússia durante a Copa do Mundo 2018.

Em 2013, o comissário-chefe de cabine Valério Monteiro, piloto e o copiloto de voo onde o cantor Latino tirou fotos dentro da cabine de comando também foram mandados embora.

As fotos foram tiradas durante um voo e publicadas numa rede social. Nas imagens, o cantor aparece segurando o manete responsável pela aceleração da aeronave, além de usar os fones de ouvido dos pilotos. A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) só permite que os passageiros entrem na cabine quando a aeronave estiver em solo, conforme divulgou o R7.

(Matéria editada às 16h03 para correção de informação)

PF pede 90 dias para fechar inquérito sobre atentado contra Bolsonaro
A Polícia Federal (PF) pediu hoje (16) à Justiça Federal em Minas Gerais mais 90 dias para encerrar o inquérito que apura quem são os responsáveis pe...
Com 3 sorteios na semana, Mega-Sena pode pagar até R$ 27 milhões, amanhã
A Mega-Sena pode pagar até R$ 27 milhões nesta quinta-feira (17) para quem acertar as seis dezenas do prêmio. Nesta semana, excepcionalmente, como pa...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions