A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

29/01/2008 15:11

Coronel Sapucaia é a cidade mais violenta do País

Redação

Coronel Sapucaia é proporcionalmente a cidade mais violenta do Brasil, segundo dados do Mapa da Violência nos Municípios 2008 divulgado nesta terça-feira, dia 29, elaborado pela Ritla (Rede de Informações Tecnológicas Latino Americanas) em parceria com o Ministério da Justiça e Ministério da Saúde. A cidade subiu duas posições em relação ao estudo divulgado em 2007 com taxa de 107,2 homicídios por grupo de cem mil habitantes.

Os dados do estudo consideram estatísticas de 2006, enquanto os da pesquisa do ano passado abrangiam a realidade de 2004. Segundo o Mapa da Violência, 20 municípios sul-mato-grossenses estão entre os 556 mais violentos do País. Foram divulgadas as estatísticas de 10% dos 5.564 municípios brasileiros.

Campeã da violência, Coronel Sapucaia como maioria das cidades de Mato Grosso do Sul incluídas no Mapa da Violência está localizada na fronteira com o Paraguai. Conforme o estudo foram 13 mortes violentas em 2006, número inferior a 2002, quando foram registrados 21 assassinatos. Também aparecem no mapa Aral Moreira (39ª posição), Japorã (55ª), Ponta Porã (156ª), Corumbá (211ª), Dourados (214ª), Água Clara (222ª), Porto Murtinho (225ª), Ribas do Rio Pardo (227ª), Iguatemi (239ª), Paranhos (244ª), Inocência (256ª), Amambai (258ª), Rio Brilhante (274ª), Sete Quedas (307ª), Três Lagoas (364ª), Bela Vista (394ª), Eldorado (439ª), Camapauã (515ª) e Campo Grande (516).

Segundo o estudo, em 2006 foram registrados 46,6 milhões de mortes por violência no País e 34,1 milhões ocorreram nos municípios que correspondem a 10% dos mais violentos. Ou seja, 556 cidades concentraram 73,3% das mortes violentas do País. Em Mato Grosso do Sul, o indicador é igual. Das 674 mortes registradas há dois anos, 497 aconteceram nas 20 cidades citadas acima. Juntas, elas tiveram 73,3% das mortes violentas.

A rede ainda comparou os dados dos 200 municípios brasileiros onde mais acontecem mortes por homicídio em números absolutos. Neste recorte aparecem Campo Grande, em 42º lugar e Dourados, na 95ª posição. Em outro ponto, quando são analisadas somente as mortes por arma de fogo, Mato Grosso do Sul volta a aparecer entre os primeiros de 200 cidades que mais tiveram este tipo de ocorrência em 2006. Coronel Sapucaia fica 15º lugar, Aral Moreira em 41º, Ponta Porã ocupa a 148ª posição e Japorã a 176ª. De acordo com o estudo, o índice de mortes por arma de fogo em Coronel Sapucaia é de 65,9 para cada grupo de cem mil habitantes. Todas as cidades onde foram registrados elevados índices de morte por arma de fogo ficam na fronteira com o Paraguai.

Ao analisar o volume de mortes, a rede atenta para a sub-notificação, ou seja, os dados podem ser ainda mais alarmantes. As estatísticas consideram as notificações feitas ao SIM (Subsistema de Informação sobre Mortalidade). Os pesquisadores tomam como parâmetro as notificações de registro de queixas de violência física, onde 6,4% é denunciada e assalto e furto 4%.

Trânsito

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions